Com passagem por grandes clubes do país como Vasco, Athletico-PR, Santa Cruz e Sport, o técnico Milton Mendes está respondendo à acusação de estupro de uma funcionária de um hotel em Sorocaba, onde morava enquanto dirigia o São Bento.

O caso teria acontecido no último dia 31 de outubro. A vítima, que não teve sua identidade divulgada, acusa o treinador natural de Criciúma de tê-la beijado à força.

Segundo ela, Milton Mendes começou o assédio enviando um bilhete com seu número de telefone e com os dizeres "me manda mensagem para a gente sair e conversar".

Treinador na época do Vasco | Foto Paulo Fernandes

Logo depois, ele entrou na cozinha a sua procura, alegando que queria dar um "tchau". Ao se aproximar, teria esfregado seu pênis, fazendo com que ela constatasse que o órgão estava em ereção.

Nesse momento, a copeira empurrou o técnico afirmando que é casada, mas ele insistiu dizendo "só querer uma bitoquinha". Após a insistência, ele beijou sua boca e deixou o local. As câmeras do local registraram apenas a entrada e saída de Milton da cozinha.

Após a repercussão, o treinador pediu demissão do São Bento no último sábado (2) alegando problemas familiares, e viu o caso passar a ser investigado pela Polícia Civil que já ouviu duas testemunhas, além da copeira. Milton Mendes será ouvido e tem prazo de 30 dias para se apresentar à delegacia.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger