Mais uma cena lamentável de preconceito ocorreu em um estádio de futebol no Brasil.

Em Nova Iguaçu (RJ), a árbitra assistente Paola Rodrigues foi chamada de 'macaca' por outra mulher, torcedora do Vasco, que viu seu time perder o jogo de ida da semifinal do Campeonato Carioca Feminino para o Fluminense por 3 a 2.

A equipe de segurança do cruzmaltino foi acionada e removeu a mulher e um grupo de torcedores da arquibancada. O árbitro Alexandre Cardoso Rodrigues Junior registrou o incidente na súmula e o Vasco corre risco de punições.

Como prevê o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o clube pode perder pontos do campeonato e pagar uma multa que varia entre R$ 100 a R$ 100 mil. Já a torcedora pode ser banida dos jogos entre 120 a 360 dias.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger