Com o verão e as férias se aproximando, as rodovias ficam cada vez mais movimentadas. Seja uma viagem durante a noite ou de dia, a atenção no trânsito deve ser constante. Segundo uma pesquisa realizada pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), 15 animais selvagens são atropelados por segundo no Brasil. Anualmente, o número chega a 475 milhões de animais.

Para evitar índices como este, o Zoo Pomerode, está promovendo até domingo (17) as ações do Dia Nacional de Urubuzar. Durante esse período, zoológicos e outras instituições de conservação da biodiversidade do país se mobilizam para conscientizar os visitantes sobre o cuidado nas estradas.

Foto Divulgação

No Zoo Pomerode, uma das iniciativas organizadas é uma blitz educativa, na qual foram espalhadas oito placas de trânsito ao longo de um trajeto, com o objetivo de conscientizar os “motoristas” sobre a possibilidade da travessia de um animal na pista.

 

 

Segundo Priscila Weber Maciel, bióloga do Zoo Pomerode, um dos principais fatores para os atropelamentos é a perda de habitat desses animais.

“O homem está invadindo cada vez mais o espaço que antes pertencia à vida selvagem. Por isso, eles acabam se arriscando ao cruzar as pistas em busca de abrigo e de alimento. Cachorro-do-mato, tamanduá-mirim, tatu, tamanduá-bandeira e capivara são as principais vítimas”, afirma.

Foto Zoo Pomerode

Para ajudar a monitorar esta situação, um programa chamado Sistema Urubu foi lançado em 2014. Nos cinco anos de funcionamento, o aplicativo já reuniu mais de 25 mil pessoas e acumula 100 mil registros de atropelamentos de animais silvestres nas estradas brasileiras. Nesta sexta-feira (15), será lançada uma segunda plataforma denominada U-Safe com mais funcionalidades para garantir a segurança viária.

O maior zoológico de Santa Catarina fica aberto todos os dias, das 8h às 18h, e está localizado na rua Hermann Weege, 180, no Centro de Pomerode. Faça uma visita e conheça!

Quer receber as notícias no WhatsApp?