No dia 18 de julho, os corações apaixonados pelos clássicos da Disney ganharam um presente: O Rei Leão chegou às telas dos cinemas. O filme, que atraiu milhares de pessoas, entre crianças e adultos, aborda a trajetória de Simba, um filhote de leão que é traído e exilado de seu reino e tem que lutar para reconquistar o seu direito ao trono na Savana Africana.

No Vale Europeu, você tem a oportunidade de ver de perto o grande protagonista da trama. O Zoo Pomerode, o maior zoológico de Santa Catarina, abriga não apenas um, mas quatro leões-angolanos. Nascidos no Jardim Zoológico de Lisboa, em Portugal, em 2013 e 2014, os leões foram transportados para o Brasil para a preservação da espécie.

Foto: Giulia Venutti/OCP News Vale Europeu

Após quase dois dias de viagem, de Portugal até Pomerode, e um breve período de adaptação, os leões acomodaram-se em seu novo ambiente com todo o cuidado que necessitavam. Para Tays Daiane Izidoro, bióloga do zoológico, é sempre positivo quando filmes que são sucesso de bilheteria no cinema abordam questões relacionadas ao equilíbrio ambiental.

“Acho importantíssimo que produções cinematográficas que atingem milhares de pessoas ao redor do mundo abordem as questões ambientais. Esta é uma excelente forma de sensibilizar a população”, comenta.

Quando chegam ao Zoo Pomerode, crianças e adultos também são conscientizados sobre a importância de manter as espécies. O programa "Embaixadores da Biodiversidade" realiza diversas ações de educação ambiental com o objetivo de tornar a passagem pelo espaço um divisor de águas no olhar que as pessoas têm sobre os cuidados com a sustentabilidade do planeta.

Para aqueles que desejam ver de perto um dos familiares do rei Simba, o maior zoológico de Santa Catarina fica aberto todos os dias, das 8h às 18h, e está localizado na rua Hermann Weege, 180, no Centro de Pomerode. O passeio é imperdível, inesquecível e emocionante!

Sobre o Zoo Pomerode

Maior zoológico do estado, o Zoo Pomerode abriga 1.011 animais, de 242 espécies diferentes, das quais 40 estão na lista mundial de ameaçadas de extinção. Na sua maioria, os moradores do espaço não têm condições de voltar à natureza porque foram vítimas de maus-tratos ou acidentes.

Quer receber as notícias no WhatsApp?