Foto Jessica de Morais/CMB
Foto Jessica de Morais/CMB

Recém-recuperada do coronavírus, a secretária de Educação de Blumenau, Patrícia Lueders, fez um relato sobre o período em que se manteve afastada para tratar a doença que atualmente assola a população mundial. Com o diagnóstico confirmado na segunda quinzena de abril, ela teve que ficar longe do filho e disse que passou os piores dias de sua vida.

Patrícia conta que começou a sentir os sintomas no dia 18 do mês passado. "Por mais que eu tenha todo respeito pela doença, toda a disciplina e cuidados, a gente sempre imagina que não vamos pegar. Então, foi uma surpresa. Eu comecei a sentir dores fortes no abdômen, até então achei que era pedra no rim, jamais achava que podia ser a Covid-19. As dores foram aumentando, junto veio a falta de ar e febre".

Por conta do quadro, ela procurou atendimento médico, que confirmou a contaminação pelo vírus.

 

"Saindo do hospital, eu tive que entrar em isolamento total da minha família, ficar em um cômodo do apartamento. Eu tomei a decisão mais difícil da minha vida, que eu tive que me ausentar do meu filho, uma criança de dez anos que não tem maturidade de ver a mãe acamada, não poder beijar e abraçar, e isso foi muito difícil. Mas essa disciplina fez com que nem ele nem meu marido positivassem", destacou a secretária.

 

De acordo com ela, os sintomas do coronavírus são muito fortes. "Os três primeiros dias foram os piores da minha vida. Os sintomas são horríveis, o vírus não é brincadeira, ele veio muito rápido no meu organismo. Eu não conseguia levantar da minha cama, tinha dificuldade para respirar, a falta de ar é muito grande. Nesses dias, você pensa 'chegou a tua hora'. Depois do terceiro dia, o meu organismo reagiu melhor", lembrou.

 

 

Apesar da melhora, Patrícia cumpriu rigorosamente os 14 dias de isolamento social indicados pelos órgãos sanitários, e retornou às atividades na Secretaria Municipal de Educação apenas após receber alta médica.

Recentemente, a Prefeitura de Blumenau implantou uma Central de Monitoramento, composta por profissionais de saúde, para acompanhar em tempo real os casos confirmados e suspeitos da Covid-19 na cidade, com o objetivo de garantir o efetivo cumprimento a todo processo de tratamento.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul