A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Jaraguá do Sul, através de seu presidente o advogado Gustavo Pacher, resolveu se manifestar no caso envolvendo a jornalista Miriam Leitão e seu esposo, o sociólogo Sérgio Abranches.

Ambos foram "desconvidados" para participar da Feira do Livro 2019, após uma movimentação feita por internautas contrários à global. A manifestação veio justamente depois que a cidade começou a ser criticada como um todo, principalmente por alguns jornalistas em Rede Nacional e nas redes sociais e diz o seguinte:

"Nesta semana, um episódio envolvendo a nossa querida Jaraguá do Sul tomou proporção nacional, gerando uma impressão deturpada acerca do povo ordeiro e trabalhador que vive por aqui.

Dizia a matéria jornalística, que foi repercutida por diversos outros meios de comunicação, que a jornalista Miriam Leitão e o sociólogo Sérgio Abranches foram convidados, e desconvidados, para participar da 13ª Edição da Feira do Livro.

E mais, o que nos causou surpresa e espécie, foi a informação de que o deselegante desconvite foi atribuído à movimentação de uma “meia dúzia de gatos pingados virtuais”, que supostamente assustaram a organização do evento, pelo quesito segurança.

Esse fato nos causa surpresa, pois, Jaraguá do Sul foi reconhecida há poucos meses como a cidade mais segura do Brasil, considerando os baixos índices de criminalidade, estrutura de sua rede de proteção policial, e também o perfil pacato e trabalhador de seu povo.

Resta-nos, portanto, concluir que o episódio em questão demonstra muito mais uma falta de habilidade dos organizadores do evento, do que qualquer marca de intolerância ou divergência político partidária do povo da região!

Registre-se, inclusive, que houve manifestação da Polícia Militar para esclarecer que não foi consultada para tratar do assunto, e afastou qualquer risco à segurança dos convidados-palestrantes.

Diante desse desacerto de informações, e para que não permitamos que a intolerância vença, jamais, convidamos o casal, Miriam Leitão e Sérgio Abranches para que venham à cidade, para tratar do tema proposto, e outros que lhes pareçam oportuno para o fortalecimento da cultura de nosso povo e democracia.

O radicalismo (de direita, esquerda ou centro), a intransigência e a ignorância não nos representam, e o momento histórico em que vivemos exige mais construção de pontes e menos "muros".

O bem sempre vencerá o mal! E continuaremos trabalhando para que eventuais divergências político partidárias, ou ideológicas, nunca superem a nossa inteligência e humanidade.

Gustavo Pacher, cidadão de Jaraguá do Sul (SC) e Presidente da OAB/SC, 23ª Subseção."

 

Relembre o desenrolar da história:

PM se manifesta sobre suposta "falta de segurança" para Miriam Leitão em Jaraguá do Sul

Organização cancela a participação da jornalista Míriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul

"A intolerância venceu desta vez", diz Miriam Leitão após polêmica com a Feira do Livro

"A confirmação da jornalista Miriam Leitão não agradou os jaraguaenses"

Jaraguaenses organizam petição contra presença de Miriam Leitão na Feira do Livro

Cancelamento de Míriam Leitão na Feira do Livro de Jaraguá do Sul repercute em todo o país

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger