Foto Divulgação/CBF
Foto Divulgação/CBF

Filipe Luís chegou à Jaraguá do Sul na última segunda-feira (8) de ânimo renovado.

Afinal, não é sempre que um jogador tem a honra de vestir a camisa da seleção brasileira e ainda mais conquistar um título. Quem dirá dois. E esse é mais um feito que o jaraguaense pode se orgulhar na brilhante carreira.

Campeão da Copa das Confederações de 2013, o lateral-esquerdo, desta vez, fez parte da campanha vitoriosa do Brasil na Copa América, que terminou no último domingo (7), com o triunfo sobre o Peru, marcando o fim de sua terceira participação no torneio.

“Orgulho imenso de poder jogar e ganhar um campeonato, que nem o Pelé conseguiu. É uma competição muito difícil de ganhar e, às vezes, o brasileiro não a valoriza como merece. Mas foi uma conquista maravilhosa e ser representante de Jaraguá do Sul me enche de orgulho”, comentou.

Foto Reprodução/Instagram

A taça, segundo Filipe Luís, também traz uma importância ainda maior para o técnico Tite e o atual grupo da seleção, que vinha recebendo muitas críticas desde a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018 para a Bélgica.

“O trabalho está sendo bem feito. O Tite é um fenômeno. É um cara que todo mundo gosta e tem o grupo na mão. Por mais que tenham criticas sabemos das nossas qualidades e o que podemos render dentro do campo. Ninguém duvida de que fomos os verdadeiros merecedores desse título”, finalizou.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger