O paranaense radicado em Jaraguá do Sul, Hélio Fenrich, já concluiu quatro desafios no projeto Sete Cumes.

Agora, ele já iniciou a preparação para a próxima montanha, que é justamente a mais árdua das sete previstas no projeto: o Monte Everest, na Cordilheira do Himalaia, com quase nove mil metros.

Com intuito de fazer a expedição em abril de 2020, de forma independente, o alpinista precisa de apoio, uma vez que o orçamento para conclusão do Everest é de US$ 25 mil.

No valor estão inclusas as despesas com logística, alimentação e equipamentos, além dos US$ 11 mil cobrados pelo governo chinês.

Como uma forma de auxiliar nos gastos, Fenrich está vendendo o livro “Vencendo Desafios”, no qual conta a experiência vivida nos Montes Kilimanjaro, Elbrus, Aconcágua e Denali, já concluídos no projeto Sete Cumes.

Jaraguaense no topo do Monte Denali | Foto Divulgação

Ele pode ser adquirido durante toda semana no Jaraguá do Sul Park Shopping ou pelo site vendas shop. O valor é de R$ 50.

“O Everest é de suma importância para o projeto Sete Cumes, porque é a montanha mais alta do planeta e a realização de todo um trabalho voltado para um grande objetivo”, destaca.

Após a conclusão do Everest, Fenrich quer aproveitar a viagem para finalizar a montanha Carstensz, em Papua, na Oceania. Depois, restará apenas o Vinson, na Antártica, para o jaraguaense se tornar o primeiro catarinense a concluir o projeto.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger