O esforço para salvar cães e gatos abandonados nas ruas ou maltratados e negligenciados nos lares nunca foi empecilho para a protetora Andréia Giacomet, 49 anos, que atua há mais de 30 pela causa animal em Jaraguá do Sul e região.

Ela sempre deu um jeito para transportar os bichinhos, arrecadar e distribuir ração, atuar em mutirões de castração e até de limpeza na casa de acumuladores, além de outros serviços que envolvem os cuidados com os pets.

No entanto, a história de Bonifácio, um vira-latas de dois anos, é especial.

 

 

Isso porque o “pirata”, ela conta, estava sendo “corroído” pela sarna e precisava de auxílio urgente. Foi aí que Andréia deu um jeito bem inusitado para resolver o problema.

“Morei três anos na zona rural e não tinha carro. A [Viação] Canarinho não aceita animais sem a caixinha de transporte. Levei [no ônibus] para a consulta escondido em uma caixinha de papelão”, revela.

Para isso, a protetora de animais andou cerca de 3 quilômetros até o ponto de ônibus em um dia quente de verão, quando a temperatura beirava aos 40°C.

A empreitada, apesar de exaustiva, deu certo, e Bonifácio passou a receber tratamento.

“A sarna por si só já é 'corrosiva' e, além de tudo, esta sarna é a que pode ser transmitida para gente. Não é a demodécica. Então, eu precisava cuidar muito para que eu e meus filhos, ou meus outros 20 animais, não contraíssemos”, explica.

A recuperação do cãozinho e de outros da ninhada, cuja mãe apresentava sarna e também recebeu tratamento, foi demorada e nada fácil.

Uma nova chance

A incrível transformação de Bonifácio após o tratamento | Foto Arquivo Pessoal

Quando Bonifácio melhorou e pôde ser colocado para adoção, a postagem de Andréia foi prontamente respondida. Era Dilma Souza, 29 anos, que diz ter se apaixonado no primeiro instante pelo cãozinho, por seu nome e por sua história.

Segundo ela, já estava procurando um “irmão” para a outra “filha de quatro patas” e assim que viu a postagem, quis logo ir buscá-lo.

“Entrei em contato na mesma hora com a Andréia e já pude ir vê-lo. Ele tinha cerca de dois meses e meio, já estava bem recuperado da sarna que havia quase o matado”, revela.

Em maio, completará dois anos que Bonifácio está sob a tutela de Dilma e do marido, Christian Walz, que residem em Schroeder.

Transformação total

Dilma e Christian com o belo Bonifácio | Foto Arquivo Pessoal

Além de todos os cuidados, o cachorro foi castrado e, com o passar do tempo, virou “um grandão ciumento”, muito amado pelo casal, assim como as “irmas”, Laika e Dóri.

"Ele é especial, não é muito fácil de lidar. Costumo dizer que ele é meu cão neurótico [risos], mas é um doce e parece um bebê, o meu bebezão”, derrete-se a tutora.

As imagens do cão evidenciam o quanto o trabalho dos protetores de animais é importante para salvar essas vidas tão frágeis.

Também comprovam que, com amor e segurança, os bichos não só podem se curar fisicamente, mas gozar de uma vida feliz e, o melhor, fazer seus tutores pessoas mais felizes.

Junto de Laika e Dóri, com quem divide o amor do casal | Foto Arquivo Pessoal

Para Dilma, o trabalho feito por Andréia Giacomet e tantas outras pessoas que se dedicam na região é incrível. E, segundo ela, embora as protetoras doem parte do seu tempo para conscientizar a população, ainda assim, esse é um trabalho sem fim.

“Se cada um fizesse a sua parte já ajudaria muito! Adotar é tão bom, é muito melhor que comprar, principalmente quando sabemos da história do animal. Eu já tenho três [cães], mas teria muitos mais”, afirma.

Ajude Andréia a salvar outros animais!

Filhotes resgatados precisam de apadrinhamento para compra de vacinas | Foto Arquivo Pessoal

Há poucos dias, a protetora lançou uma campanha em sua página no Facebook para conseguir vacina para filhotes abandonados.

Os quatro cãezinhos foram resgatados por uma amiga de Andréia, em uma motocicleta. Agora, os animais precisam ser vacinados.

“Consigo a dose de vacina por R$ 45 e gostaria que a ajuda fosse feita diretamente na conta bancária da clínica onde poderão ser vacinados”, diz.

Para mais informações, basta entrar em contato com a protetora pelo WhatsApp: (47) 99614-5777.

Ficou interessado em adotar?

Entre em contato com grupos de proteção animal por meio do Facebook:

Conte sua história pra gente

Tem uma história bonita com seus bichinhos e quer compartilhar? Entre em contato pela nossapágina no Facebook, inbox ou comente na matéria.

O espaço Meu Novo Amigo Pet é um projeto do OCP que visa compartilhar histórias de resgate e superação, promover a causa animal, ajudar os grupos de proteção, aproximar quem deseja adotar dos animais disponíveis para adoção, divulgar eventos relacionados e compartilhar o amor pelos bichos.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger