Resgatado no dia 27 de agosto, na Vila Lenzi, o gato de pelo tigrado chamado de Fred foi vítima de ato cruel que o deixou paraplégico. Inicialmente, a pessoa que o resgatou acreditou que o animal havia sido atropelado.

O gatinho foi colocado em uma caixa e levado a uma clínica veterinária. Os exames de raio x não mostraram fratura e a segunda hipótese levantada é de que Fred teria sido atacado por outro animal.

Mais exames foram feitos e, por fim, descobriu-se que o gatinho tinha levado um tiro de chumbinho. A agressão causou fratura em uma vértebra do felino.

 

 

Desde então, Fred não caminha, só se arrasta, mas está determinado a melhorar, e por isso mostra evolução no quadro clínico.

A história desse pequeno lutador abre oficialmente o quadro Meu Novo Amigo Pet, um canal do OCP com a comunidade que vai trazer histórias de resgate, superação, pedidos de ajuda e recomeços felizes.

Tratamento e cuidados

Atualmente, Fred está sendo tratado na Clínica Schweitzer, parceira do grupo de proteção animal Bigodes & Ronrons, responsável por ele.

Para tratar a lesão, o gato passará por sessões de acupuntura, com os custos pagos pela ONG. O tratamento deve ajudá-lo a recuperar os movimentos.

Com as despesas iniciais custeadas pela Bigodes, o felino, considerado tranquilo e obediente, precisa de um lar temporário ou definitivo.

 

E, conforme a médica veterinária Thâmina Schweitzer, a principal demanda de Fred hoje é amor e carinho.

“Ele é um gatinho tranquilo e muito carente. Não sabemos muito sobre o histórico dele, acreditamos que deve ter entre 4 e 5 anos. Ele se alimenta normalmente, mas precisa de cuidados na higienização”, ressalta.

A profissional destaca que o felino usa fralda, pois perdeu a sensibilidade na área afetada. Portanto, precisa ser higienizado regularmente para não ter assaduras. Além disso, necessita de estímulo na bexiga para poder urinar.

“Estamos em contato com um cirurgião de Curitiba para uma consulta mais detalhada. Talvez, possamos fazer uma cirurgia ou tratamento que ajude o Fred a voltar a andar. As sessões de acupuntura também vão ajudar”, aponta Thâmina.

É possível, inclusive, colaborar com o tratamento do gatinho, doando qualquer valor em nome dele na Clínica Schweitzer, localizada na rua Professora Adélia Fischer, 710 - Vila Baependi, Jaraguá do Sul.

Essencial, agora, é que Fred consiga uma família amorosa e disposta a tratá-lo como merece, com atenção e cuidados, dando proteção e muito amor.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger