Acabou o jejum. Depois de 38 anos, o Flamengo é novamente o dono da América. Em final dramática da Libertadores na tarde deste sábado (23), o rubro-negro perdia para o até então campeão River Plate, da Argentina, até os minutos finais.

Mas com dois de Gabigol, aos 43 e 46 minutos do segundo tempo, o time carioca virou para 2 a 1, no estádio Monumental de Lima, no Peru, e conquistou seu segundo título da competição.

Gabigol foi o homem do jogo | Foto Alexandre Vidal/Flamengo

O primeiro foi justamente em 23 de novembro de 1981, quando a equipe estrelada por Zico e tantos outros craques, vencia o Cobreloa por 2 a 0, em Montevidéu, no Uruguai, e levantava a taça da Libertadores.

Com a nova conquista, o Flamengo do jaraguaense Filipe Luís garante classificação para o Mundial de Clubes, que acontece entre os dias 11 e 21 de dezembro em Doha, no Catar. O rubro-negro estreia no dia 17, uma terça-feira, contra o campeão da Ásia ou o Espérance, da Tunísia, no Estádio Khalifa.

O Fla ainda tem uma nova chance de ser campeão neste domingo (24), mesmo sem entrar em campo.

Líder do Brasileirão com 13 pontos de vantagem para o segundo colocado, a equipe do técnico Jorge Jesus confirma o título nacional caso o Palmeiras não vença o Grêmio, em jogo marcado para às 16h, no Allianz Parque, em São Paulo.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger