Porto de São Francisco: uma potência catarinense em movimentação de cargas

Por: Editorial

16/01/2024 - 06:01

No contexto da economia, os portos desempenham um papel estratégico fundamental no comércio nacional e internacional. Eles são, em essência, pontos de conexão entre diferentes modos de transporte, como navios, caminhões e trens, facilitando o fluxo de mercadorias, notadamente, entre países. A palavra “Porto” remete a transporte de grandes volumes de mercadorias. Isso é especialmente importante para o comércio internacional, onde as distâncias percorridas podem ser significativas. Eles oferecem infraestrutura e serviços essenciais para o comércio, como armazenagem, manuseio de cargas, inspeção aduaneira e serviços de valor agregado. Essas facilidades permitem que as mercadorias sejam processadas e distribuídas de forma eficiente, reduzindo custos e tempo de trânsito. Além disso, eles são geradores de empregos diretos e indiretos podendo atrair investimentos estrangeiros e impulsionar o desenvolvimento econômico das regiões onde estão localizados. Não se pode ignorar, outrossim, que os portos também são importantes para a indústria do turismo, pois muitas vezes são pontos de partida e chegada de cruzeiros e navios de passageiros. Mas, para tudo isso, estrutura, potencial e competência são os ingredientes determinantes. Prova disso é nosso Porto de São Francisco, que fechou o exercício de 2023 com a maior movimentação de carga da história. Com aumento de 34% em relação a 2022, a movimentação de mercadorias chegou a 16,9 milhões de toneladas. Que esse diferenciado desempenho seja uma constante.