Em uma demonstração de força e união, os prefeitos da Amvali se encontraram na tarde de segunda (15) em reunião extraordinária em Massaranduba.

Participaram Antídio Lunelli, Luís Chiodini, João Carlos Gottardi, Osvaldo Jurck e Armindo Sesar Tassi.

A fala é uma só: não dá mais para esperar o governo do Estado agir. Os três meses de fechamento da SC-108 trazem prejuízos incalculáveis. Se nada for feito rapidamente, a situação só irá se agravar.

O pedido agora é que o governador Carlos Moisés (PSL) libere R$ 1,5 milhão para a Prefeitura de Guaramirim ou para a Amvali. Com este recurso, diz Chiodini, é possível recuperar a rodovia e evitar novo deslizamento.

A associação já tem projeto pronto para a obra. Na projeção do governo do Estado, seriam necessários R$ 3,5 milhões, mais do que o dobro do que o estudo da Amvali prevê.

 

 

O processo deve acontecer através de tomada de preços, evitando a demora que é uma licitação.

Nesta terça-feira Chiodini irá a Florianópolis tratar do tema. Avisará que os municípios preparam para o dia 25, quinta-feira da próxima semana, fechamento total da rodovia em protesto à demora do Estado em apresentar uma solução.

“A situação é muito séria”, reclama o prefeito. Além do trânsito caótico nas rotas de fugas, as prefeituras são cobradas pela população porque as vias estão esburacadas. Fica quase impossível fazer manutenção.

A OAB de Jaraguá do Sul e do Estado estão auxiliando os municípios no processo burocrático.

Iniciativa que deu certo

A Osterpark encerrou no último domingo surpreendendo mais uma vez. O evento, idealizado e coordenado pelos grupos de mães, conquistou a comunidade.

Impressionante a qualidade do artesanato vendido no local. O chocolate, doces, salgados, em geral, também. Tudo muito bem feito e saboroso. Teve programação para as crianças e para os adultos.

A Prefeitura tem auxiliado e promete participar mais ativamente em 2020. Parabéns a todos.

Reabertura e reforma

O MDB reabriu o escritório regional no sábado. O ato contou com reunião do diretório e almoço entre as lideranças, entre elas, o deputado federal Carlos Chiodini.

No evento, Chiodini fez uma previsão de que a reforma da Previdência passa, mas não da maneira como foi apresentada pelo governo.

A idade mínima deve mudar para 60 anos para mulheres e 62 anos para homens – o governo queria 62 e 65.

As mudanças no BPC (Benefício de Prestação Continuada), também não agradam os deputados e devem ser rejeitadas.

Chiodini tem dito que só existe uma classe de brasileiros e não dá para querer que a população que mais necessita seja a mais atingida pelos cortes.

Dados da economia

A Federação das Associações Empresariais (Facisc) vai divulgar hoje os dados do Índice de Performance Econômica (Iper) atualizados  por região e sua formulação final com os dados do último trimestre de 2018.

Também será divulgada uma projeção do Produto Interno Bruto (PIB) por região. Será um bom indicativo para sabermos de fato como está a economia catarinense.

Homenagem

A Câmara de Vereadores realiza hoje, às 19h, sessão solene na Sociedade Amizade, que completa 65 anos de uma bela história.

Transparência e comparação

Está em tramitação na Assembleia Legislativa um projeto de lei do deputado Vicente Caropreso (PSDB), que prevê que o secretário de Estado da Saúde apresente a cada quatro meses no parlamento, um relatório com os índices de produtividade dos 13 hospitais públicos catarinenses.

O deputado lembrou que o impacto financeiro das 13 unidades hospitalares representa quase um terço total de recursos disponíveis e que a divulgação dos dados de produtividade, das condições de trabalho e dos diversos indicadores encontrados nas referidas estruturas públicas, possibilita a realização de análise comparativa, de forma periódica, com outras formas da administração hospitalar no SUS.

Água e lixo

Os vereadores da região se reúnem em assembleia da Avevi nesta quarta-feira para debater a situação dos rios e encontrar saídas para destinação correta dos resíduos sólidos.

“Segundo o que os técnicos estão mostrando a situação das nossas águas é preocupante, tanto em quantidade quanto na qualidade”, alerta o presidente da entidade, Arlindo Rincos (PSD).

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?