Essa foi a primeira consulta com a nutricionista Polyana Souza, na Spa & Health. Após um conversa sobre todo o meu histórico de obesidade, discutindo os meus problemas com a alimentação, fiz a avaliação na balança de bioimpedância InBody 270.

O equipamento realizou uma análise completa do meu corpo e apontou que, atualmente, estou com 87 quilos, cinco a menos da época em que comecei o OCP+Equilíbrio. Mas, agora, o peso não é o mais importante. A luta será para baixar o meu percentual de gordura corporal.

O equipamento apontou que estou com 28,7% de gordura, o que é bem acima do ideal. Esse número será o norte de todo o trabalho nutricional. Agora, com mudanças na dieta, o objetivo é realizar uma mudança gradativa desse índice, e encontrar cada vez mais o equilíbrio para uma vida saudável.

"Fazer mudanças na alimentação é essencial para conseguir chegar no corpo ideal", Cláudio Costa, jornalista.

 

Voltar a ter acompanhamento nutricional foi extremamente importante para entender melhor o funcionamento do corpo.

Acredito que grande parte das pessoas pensa somente nas questões calóricas da alimentação, mas, pra mim, foi importante saber quais minhas deficiências nutricionais e encontrar um equilíbrio para um plano alimentar simples e eficiente.

O exame atestou que meu peso está em 71,7, massa muscular em 23,9 e percentual de gordura em 39,0. Vamos trabalhar para eliminar os 7 quilos adquiridos na pandemia nessa primeira etapa. O foco é ganhar mais massa muscular e eliminar a gordura.

Através de um aplicativo, estamos fazendo um diário, passo importante para identificar como estamos nos alimentando e se cometemos algum excesso.

"A mudança na rotina alimentar me trouxe mais disposição e leveza para o dia a dia", Ana Paula Gonçalves, jornalista.

 

Acompanhe no Instagram:

@ocpmaisequilibrio

@claudiocosta.jornalista

@anahhgoncalves

@equilibrio_academia_sc

@ocpnews

@naturale.produtos

@receituariomagistral

@esteticaspahealth

O OCP + Equilíbrio tem o patrocínio de: