Plenário cumpriU o prazo de tramitação em regime de urgência | Foto Agência AL
Plenário cumpriU o prazo de tramitação em regime de urgência | Foto Agência AL

A aprovação em poucos minutos do relatório final da reforma administrativa, no âmbito das comissões de Constituição e Justiça, de Finanças e Tributação, e de Trabalho, Administração e Serviço Público, mostrou como o Legislativo e o Executivo afinaram a sintonia para apressar a tramitação da matéria, em tempo de chegar hoje ao Plenário para cumprir o prazo de tramitação em regime de urgência. Houve um grande esforço da parte dos deputados e seus assessores técnicos a partir da decisão de analisar em conjunto a proposta do governo. Que, aliás, recebeu mais de 150 emendas, das quais cerca de 40% foram acatadas após muitos debates internos e espaço para manifestações de todos os deputados que tiveram interesse na matéria. Além dos presidentes e relatores - na CCJ, Romildo Titon (MDB) e Luiz Fernando Vampiro (MDB); Marcos Vieira (PSDB) e Milton Hobus (PSD), pela Comissão de Finanças; deputada Paulinha (PDT) e deputado Volnei Weber (MDB), da Comissão de Serviço Público -, também marcaram presença constante na Assembleia os secretários da Administração, Jorge Tasca, e da Casa Civil, Douglas Borba, que ontem retornaram ao Centro Administrativo em clima de comemoração. No final da tarde, o presidente da Assembleia, deputado Júlio Garcia (PSD), ainda chamou uma reunião de líderes. Quis definir o rito de condução para votar a matéria em Plenário, especialmente os destaques, a fim de não prolongar demais os debates. A expectativa é que a reforma passe por votação hoje quase tão rápido quanto na reunião conjunta do início da tarde de ontem.

Tecnologia na Educação

Já está em teste a nova plataforma Business Intelligencedesenvolvida pela equipe da Secretaria de Estado da Educação. Em tempo real, a ferramenta traz dados das escolas estaduais como matrículas, unidades, professores, alunos por faixa etária, programas educacionais, entre outros. “A meta é termos informação on-line, ou seja, indicadores para auxiliar na gestão e na tomada de decisão sobre futuros investimentos da pasta”, explica o secretário da Educação, Natalino Uggioni (foto). A partir do segundo semestre, os dados serão cruzados com informações como a Avaliação Institucional, respondida pela comunidade escolar, e as prioridades do Plano de Ofertas Educacionais (POE). O lançamento está previsto para o segundo semestre.

 

“Uma vitória de Santa Catarina e do governo.”

Deputado Maurício Eskudlark (PR), líder do governo na Assembleia, comemorando a aprovação do projeto de reforma administrativa nas comissões pertinentes

Quem é quem?

Durante a reunião conjunta das comissões, o deputado João Amin (PP) fez uma única ressalva. Encaminhou pedido ao líder do governo, Maurício Eskudlark (PR), para que o Executivo, tão logo aprovada a reforma, envie ao Legislativo um organograma do governo. Quer saber quem vai ser quem na nova estrutura. Poderia pedir também um cronograma de metas, já que cabe aos deputados fiscalizarem as ações do governo.

Comentário de bastidores

Ao ser questionado sobre a votação desta quarta-feira (22) da reforma, um parlamentar respondeu: “Todos os deputados foram favoráveis ao projeto. Se mudarem de ideia amanhã (hoje), será estranho”. Será que existe esse risco?

Ainda JKB

Ainda repercute a entrevista com o ex-governador Jorge Bornhausen, publicada no começo da semana pela rede de jornais impressos e digitais da ADI-SC e da Adjoria-SC. Nesta terça-feira (21), o deputado Marcos Vieira, que respondia pela presidência do PSDB-SC nas eleições de 2018, rechaçou comentário feito por Bornhausen sobre Gelson Merisio ter articulado e derrubado a candidatura do agora ex-senador Paulo Bauer e do ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes. “A decisão da coligação foi tomada em consenso pelo ex-senador Bauer e pelo ex-prefeito Napoleão, juntamente com o então presidente do PSDB”, resumiu. Sem maiores comentários.

Elas por elas

Nesta quarta-feira (22) pela manhã, no auditório da Univali, em São José, as defensoras públicas Anne Teive Auras, Luciane Krichenko Gewehr e Vanessa Moritz Luz fizeramz palestra com o tema Em Defesa Delas: A Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina e a defesa dos direitos da mulher. O evento faz parte da programação comemorativa aos seis anos de atividades da Defensoria Pública de Santa Catarina.­

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?