Foto: Reprodução OCP
Foto: Reprodução OCP

 

Ainda na noite de quinta e madrugada de sexta, a Polícia Militar apreendeu todos os três suspeitos de participar do assassinato do taxista Elias Miguel Simas, de 54 anos, em Guaramirim. A primeira prisão ocorreu no fim da noite desta quinta-feira (7), quando uma mulher, menor de idade foi apreendida.

Na sequência, durante a madrugada, os outros  dois envolvidos no crime foram presos. Esse foi o primeiro homicídio registrado neste ano em Guaramirim. Os três apareceram em um vídeo que mostra o momento em que o táxi que era dirigido por Simas é abandonado.

Alem de viaturas de rádio patrulha e do setor de inteligência (P2), o comandante do 14 BPM, Ten Cel Reisdorfer e o da 2 CIA, Capitão Edson, participaram das buscas e auxiliaram na prisão dos marginais.

Eles teriam confessado o crime! O taxista teria sido atingido por mais de 30 facadas.

 

Relembreo caso

O taxista foi dado como desaparecid na manhã desta quinta. O táxi que estava sendo utilizado pelo motorista, um Cherry QQ, foi encontrado nas proximidades da distribuidora Dequech, na rua Athanasio Rosa, no Centro, por volta das 21h de quarta.

Os técnicos do IGP realizaram perícia no veículo. Eles confirmaram a presença de sangue através da análise feita com reagentes químicos. Também foram encontrados sinais de luta corporal dentro do automóvel.

Um morador encontrou o cadáver durante a tarde, em um arrozal na localidade de Ribeirão do Salto. O local tinha muito sangue no chão. Ele ligou para a Delegacia da Comarca de Guaramirim e informou o fato à Polícia Civil. O Instituto Geral de Perícias (IGP) foi chamado para examinar no corpo e o local.