Foto: Fábio Junkes/OCP News
Foto: Fábio Junkes/OCP News

O corpo do taxista Elias Miguel Simas, de 54 anos, foi encontrado em um arrozal em Guaramirim. De acordo com a Polícia Militar, o cadáver foi visto por volta das 18h desta quinta-feira (7), na localidade de Ribeirão do Salto, no interior da cidade. Este é o primeiro homicídio registrado na cidade em 2019.

Um morador encontrou o cadáver no fim da tarde. O local tinha muito sangue no chão. Ele ligou para a Delegacia da Comarca de Guaramirim e informou o fato à Polícia Civil. O Instituto Geral de Perícias (IGP) foi chamado para examinar no corpo e o local.

Elias foi dado como desaparecido na manhã desta quinta. O táxi que estava sendo utilizado pelo motorista, um Cherry QQ, foi encontrado nas proximidades da distribuidora Dequech, na rua Athanasio Rosa, no Centro, por volta das 21h de quarta.

&feature=youtu.be

Os técnicos do IGP realizaram perícia no veículo. Eles confirmaram a presença de sangue através da análise feita com reagentes químicos. Também foram encontrados sinais de luta corporal dentro do automóvel.

Um vídeo exibe o momento em que o táxi é abandonado. As imagens mostram o veículo estacionando na traseira de um caminhão. Três pessoas, dois homens e uma mulher, abandonam o automóvel.

Mobilização

Por volta das 12h30 desta quinta, taxistas começaram a realizar buscas por toda a região. Elias trabalhava para um motorista chamado “Gordo”, em um ponto no bairro Avaí. Na noite de quarta-feira (6), por volta das 20h30, ele foi chamado para uma corrida.

Ainda não há informações sobre os suspeitos do crime. A suspeita é de que o taxista foi morto a facadas. Informações podem ser repassadas para a Polícia Militar através do número 190 ou para a Polícia Civil através do número 181.

Quer receber as notícias no WhatsApp?