Flávio Cordeiro Santos, 39 anos, é técnico de futebol, representante comercial e sempre se dedicou ao voluntariado voltado às crianças no esporte. Nunca exerceu nenhum cargo público.

Por que quer ser deputado estadual?

Porque quero contribuir para o bem comum. Quero ser a opção de voto para aqueles que já não acreditam mais na política, para aqueles que desejam um representante capaz de lutar pelos direitos do povo, contra o abandono, a injustiça e desigualdade praticadas pelo estado. Porque quero voltar o olhar da Assembleia para as periferias, para o esporte como ferramenta de inclusão.

Qual é a sua principal bandeira? Por quê?

Minha principal bandeira e a valorização do esporte. Porque através do esporte e possível transmitir valores, exercer a cidadania, além de promover o bem-estar da população. Defendo a manutenção e a aplicação dos espaços públicos democráticos de esporte e lazer. Quero implementar o projeto Escola Aberta em todo o Estado.

Leia mais:

Fernando Krelling quer ser deputado para dar mais representatividade a Joinville na Alesc

Erônica Silva defende a bandeira do PSL e quer deputada estadual

Eduardo Rodrigues quer ser o representante da classe trabalhadora na Alesc