Diante do colapso causado pela pandemia de coronavírus no sistema de saúde, o Hospital de Gaspar colocou em operação dois dos dez novos leitos que estão sendo implantados. As estruturas, que se somam às dez já existentes, devem começar a abrigar pacientes nesta sexta-feira (5).

O hospital recebeu todos os equipamentos necessários, porém a montagem dos dez novos espaços será gradual, com expectativa de liberação total até o dia 15 de março.

 

“Estamos montando a UTI em tempo recorde. Equipamentos e equipe médica estão garantidos assim como a aquisição dos insumos necessários para o atendimento. Ainda assim, iremos gradualmente liberando os leitos para garantir a segurança dos pacientes. Caso seja necessário, teremos como realizar adequações e melhorias sem afetar os pacientes internados”, explica a diretora Fabiana Massari.

O prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall (MDB), e o vice, Marcelo Brick (PSD), acompanharam de perto a montagem das estruturas e destacaram a importância da liberação.

 

“Estamos entrando em um período crítico. Por isso, bancamos a montagem da nova UTI sem esperar pelo apoio do governo estadual ou federal. Não é o momento de esperar, agora é o momento de trabalhar e salvar vidas”, afirmou Wan-Dall.

 

 

Atualmente, a UTI para Covid-19 do Hospital de Gaspar está com 100% de lotação, com seis pacientes que residem na cidade e quatro de outros municípios. O Vale do Itajaí é a região catarinense em situação mais grave neste momento, com uma taxa de ocupação de leitos superior a 99%.