Com o mesmo idioma e um inverno mais ameno em comparação a outros países europeus, Portugal é vista como a melhor porta de entrada para jogadores brasileiros de futebol, que buscam o sucesso imediato no Velho Continente.

O jaraguaense Vinícius Lorenzi Soares fez este caminho no ano passado e já vai para o sexto mês no país. Agora, quem busca espaço em terras portuguesas é seu conterrâneo Ronaldo da Cruz. E, por coincidência, no mesmo clube do companheiro de cidade natal.

SAIBA MAIS: Da quase desistência à Europa: Conheça a história do jaraguaense que atua no futebol português

Indicado pelo técnico Eduardo Clara, ex-Juventus e atual treinador de base do Atlético Clube Alcanense, o jogador de 20 anos chamou a atenção do presidente da equipe, através de vídeos, e viajou para o município de Alcanena na semana passada.

Após assinar contrato, o centroavante de 1,80m já iniciou os treinamentos, visando o returno da 1a Divisão Distrital de Santarém que se encerra em junho.

Jaraguaense com a camisa do Guarani-SP | Foto Divulgação

Conhecido como “Negão” pelos amigos, o jaraguaense não vê problemas em se adaptar rapidamente em Portugal, apesar do curto período no país.

“Está sendo tranquila (a adaptação), até porque já conheço o Eduardo, o Vinicius, e outros dois jogadores que foram meus companheiros no Guarani, além de ser uma língua igual a nossa e fácil de entender”, disse.

No total, o Alcanense conta com 10 jogadores brasileiros no elenco, que assim como Ronaldo, enxergam a oportunidade como um passo importante para o futuro no futebol.

“A satisfação é enorme em estar jogando em um centro importante da Europa. Acho que é sonho de todo jogador estar no mercado europeu, é uma vitrine fantástica”, destacou. “Espero fazer um bom campeonato para me transferir para um clube maior da Europa ou até mesmo do Brasil”, completou.

Carreira

Ronaldo da Cruz iniciou sua carreira no futebol, aos 7 anos de idade, na escolinha Craques do Futuro, no bairro Nereu Ramos.

Passados cinco anos de trabalhos de iniciação com o professor Valdecir, ele entrou para o projeto do craque Falcão, mas acabou retornando ao Craques do Futuro dois anos mais tarde.

Até que, no fim de 2014, “Negão” encarou uma avaliação no Juventus e acabou sendo aprovado para integrar as categorias de base do clube.

Logo na primeira temporada com a camisa tricolor, o atacante se destacou no título da Série B do Catarinense Sub-17 de 2015, tanto que foi chamado para jogar a renomada Copa Santiago no fim do ano, pelo Avaí.

Em 2016, ele retornou para o Moleque Travesso e foi promovido ao profissional, onde ficou até dezembro e fez dois gols.

Ronaldo em ação pelo Operário de Mafra | Foto Divulgação

Depois, ainda teve passagens pelo Operário de Mafra, onde foi artilheiro da Copa Santa Catarina Sub-20, Guarani-SP, atuando no Campeonato Paulista e Copa São Paulo de Futebol Júnior, além do Caxias-RS, para jogar no Gaúchão Sub-20.

Ao voltar à sua cidade natal em julho do ano passado, Ronaldo passou a jogar por times amadores de Jaraguá até receber uma nova oportunidade, que veio de Portugal.

“Meu maior sonho é jogar no mais alto nível, em um grande clube brasileiro ou europeu, além de chegar na seleção  brasileira e  ajudar minha família “, finalizou.

Foto Divulgação

LEIA TAMBÉM:

Artilheiro de escolinha jaraguaense acerta com time gaúcho

Máquina de gols na base, jaraguaense é contratado pelo São Paulo

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?