Cria da base do Jaraguá Futsal e Atlético Jaraguá/Juventus, Rick Gonçalves se apresenta no clube paulista no ano que vem | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Cria da base do Jaraguá Futsal e Atlético Jaraguá/Juventus, Rick Gonçalves se apresenta no clube paulista no ano que vem | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Rick Gonçalves. Memorize esse nome. Com números impressionantes na base de futebol e futsal, onde acumula mais de 1 mil gols marcados e 42 troféus de artilheiro, o jovem de Jaraguá do Sul é tratado como fenômeno nas categorias menores da cidade.

Um talento que, inclusive, chamou a atenção de um grande clube do futebol brasileiro.

Após encarar três avaliações, sendo a última na semana passada com outros 83 meninos, o atleta de apenas 13 anos despertou o interesse do São Paulo e foi chamado para integrar em definitivo a equipe Sub-14 do Tricolor paulista.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

Um dos principais destaques da bola em Santa Catarina, o garoto começou sua trajetória no futebol com pouco mais de cinco anos de idade, junto aos professores Eduardo Rodrigues e Anderson Decker, na escolinha do Atlético Jaraguá, na Sociedade de Desportos Acaraí.

Logo depois, passou a conciliar o campo com a quadra entrando na extinta Escolinha F12, do craque Falcão.

Mesmo com algumas tentativas frustradas em testes no Internacional e Atlético-PR, ele manteve a dedicação nos treinos e aumentando o faro de artilheiro até os dias de hoje, atuando pelo Atlético Jaraguá/Juventus e na base do Jaraguá Futsal.

Foi aí que surgiu uma avaliação do São Paulo no ano passado, na cidade de Joinville, naquela que seria a primeira barreira derrubada por Rick até ser selecionado pelo time do Morumbi.

“Só tenho a agradecer meus treinadores (Anderson e Eduardo) que me acompanham desde cedo e me passaram grandes ensinamentos. Não imaginava que seria selecionado entre tantos atletas, mas nunca desisti do meu sonho. Estou muito feliz”, disse.

Rick conta com apoio incondicional na carreira dos professores Eduardo Rodrigues (E), Anderson Decker (segundo da direita para esquerda) e pai Ailton (D) | Foto Eduardo Montecino/OCP News

A apresentação oficial está marcada para o dia 2 de fevereiro de 2019. Por lá, o atacante contará com toda uma estrutura desejada para quem sonha em virar jogador profissional.

Com alojamento garantido no Centro de Treinamento de Cotia, um dos principais do país, Rick ainda estudará em um colégio particular oferecido pelo clube.

Além disso, terá à disposição médicos, fisioterapeutas, dentista, nutricionista, psicólogos, pedagogo, assistente social e mais uma equipe técnica de apoio para ajudar no desenvolvimento como atleta e cidadão.

Um suporte necessário não apenas para o jaraguaense trilhar o caminho do estrelato nos gramados, mas também para dar segurança aos pais, que torcerão pelo sucesso do filho de longe.

“Ele ainda tem um percurso muito grande para se tornar um profissional, mas já está no caminho certo. Todo pai almeja isso para o filho, que é dar uma base para focar lá na frente. Claro que o Rick vai estar longe e sentiremos saudades, mas é para o bem dele e o apoiaremos sempre”, destacou o pai Ailton Gonçalves.

Potencial diferenciado

Rápido, boa movimentação e uma perna esquerda diferenciada para um menino da idade. Essas são as principais características de Rick citadas pelos técnicos Eduardo Rodrigues e Anderson Decker, que acompanharam de perto toda evolução do menino no futebol e futsal.

Segundo eles, o talento com a bola nos pés foi visível desde os primeiros treinos e a oportunidade em um grande clube surgiria naturalmente.

“Desde os primeiros dias dava pra ver que ele (Rick) era um menino que iria despontar e parecia só uma questão de tempo. Agora ele tem que manter os pés no chão e intensificar sua dedicação nos treinos para ter sucesso, mas talento ele tem de sobra”, declarou Eduardo, comandante do Atlético Jaraguá/Juventus.

Técnico Eduardo Rodrigues foi o primeiro professor de Rick em Jaraguá do Sul | Foto Eduardo Montecino/OCP News

“Sempre mensuramos que um dia ele teria oportunidade em um clube grande, que acabou surgindo agora. Trabalhamos para oportunizar as crianças a terem um futuro e é uma satisfação imensa em ver uma semente plantada desde cedo rendendo frutos agora”, afirmou Anderson, treinador da base do Jaraguá Futsal.

Sonhos

Apesar do grande destaque adquirido ao longo dos anos em Jaraguá do Sul e região, Rick Gonçalves segue os conselhos dos professores e mantém o discurso humilde em sua chegada ao São Paulo.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para ele, todo currículo acumulado na região fica para trás e agora os desafios serão ainda maiores na caminhada para se tornar um jogador profissional.

“No São Paulo é todo mundo da mesma qualidade e não vou chegar acima de ninguém. Vai começar uma nova vida para mim e quero me destacar nos treinos para me manter nas equipes de base”, disse o jogador, que ainda mencionou seus principais sonhos na carreira. “Primeiro de tudo quero virar profissional, mas meu maior sonho é jogar uma Liga dos Campeões da Europa”, finalizou.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?