Foto CBF
Foto CBF

Assim como em 2011 e 2015, o Paraguai se segurou no tempo normal e ficou perto de eliminar novamente o Brasil da Copa América. Mas na noite desta quinta-feira (27), a história teve outro contexto, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Após um 0 a 0 com a bola rolando, a seleção brasileira conseguiu vencer a Albirroja por 4 a 3, nos pênaltis, e conseguiu espantar o fantasma das edições passadas.

O triunfo recoloca o Brasil em uma semifinal da competição após 12 anos. Isso não acontecia desde o último título verde e amarelo, em 2007, na Venezuela.

Desde então, o Brasil o somou uma eliminação na fase de grupos, em 2016, e duas nas quartas de final, ambas para os próprios paraguaios na decisão por pênaltis.

Jaraguaense Filipe Luís durante o jogo | Foto Lucas Figueiredo/CBF

A equipe de Tite teve 25 finalizações contra 10 dos paraguaios no tempo regulamentar. Apesar do domínio, principalmente no segundo tempo, depois da expulsão do zagueiro Balbuena, o gol não saiu.

Na marca da cal, Alisson brilhou ao defender a cobrança de Gustavo Gómez e ainda viu Derlís Gonzáles chutar para fora. Firmino até desperdiçou para o Brasil, mas Gabriel Jesus definiu a vaga: 4 a 3.

Classificado, o Brasil vai à Belo Horizonte-MG, onde, na próxima terça-feira, dia 2 de julho, enfrenta o vencedor do duelo entre Argentina e Venezuela por um lugar na decisão.

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

Telegram

Facebook Messenger

WhatsApp