Se não bastasse a acusação de estupro da modelo Najila Trindade, o jogador Neymar tem um novo problema pessoal para resolver.

Conforme publicado pela Folha de São Paulo nesta segunda-feira (17), o craque da seleção brasileira teve 36 imóveis bloqueados pela Justiça, incluindo o apartamento de luxo em Itapema, comprado em 2013 e avaliado em R$ 1,4 milhão.

O motivo é um processo de sonegação fiscal que envolve 16 milhões de euros, cerca de R$69 milhões, referente à transferência do Santos para o Barcelona, em 2013. A decisão impede a venda das propriedades, mas permite que sejam utilizadas.

Os imóveis estão em nome de Neymar, da sua família ou de suas empresas. Além de Itapema, as propriedades estão localizadas em Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente.

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?