A atitude dos jogadores do Figueirense não foi a primeira na história do futebol mundial. Outros casos de WO já foram registrados, inclusive em Copa do Mundo. Confira casos apurados de times que não entraram em campo:

1938 - Copa do Mundo

O único WO da história das Copas do Mundo ocorreu no primeiro mundial sediado pela França. A Áustria não enfrentou a Suécia. Isso porque o país austríaco foi anexado pelo regime nazista alemão e os jogadores incorporados ao time da Alemanha. Sem atletas, o WO com concedido em favor dos suecos.

1973 – Eliminatórias Copa de 1974

Boicote da URSS fez Chile jogar eliminatória da Copa sem adversário. Com um gol relâmpago, após troca de passes entre quatro jogadores, o Chile assegurou a vaga na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha. O jogo terminou após o gol. A equipe oponente, a União Soviética (URSS), tinha se recusado a jogar no Estádio Nacional de Santiago em boicote pela ditadura militar no Chile.

1999 - Campeonato Baiano

O Bahia foi declarado campeão baiano sobre o Vitória em um WO Os rubro-negros não compareceram à Fonte Nova para a partida final. A alegação é que o clube não foi notificado da troca do local do confronto, antes previsto para o Barradão.

2016 - Série A

Chapecoense e Atlético-MG iriam se enfrentar na última rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano mas as duas equipes sofreram o W.O. Foi na última rodada do Brasileirão de 2016. A Chape não tinha condições de entrar em campo por causa da tragédia aérea na Colômbia, em que o avião que levava delegação caiu e matou 71 pessoas. O Atlético-MG também se negou a jogar. Porém. A CBF determinou a realização do confronto e, por isso, houve o W.O. duplo.

2017 - Série C

Com salários em atraso, os jogadores do Mogi Mirim não entraram em campo para enfrentar o Ypiranga-RS, em jogo pela Série C. O time paulista foi rebaixado à Série D.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: