Os jogadores do Figueirense confirmaram a ameaça e não entraram em campo para enfrentar o Cuiabá, em jogo que estava marcado para às 21h30min desta terça-feira (20), pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O árbitro Pathrice Wallace Correia Maia esperou os 30 minutos regulamentares para configurar o WO - que garante ao time do Mato Grosso a vitória por 3x0.

A atitude se deu pelo atraso de pagamento de salários e direitos de imagens, tanto de jogadores quanto de funcionários do clube.

A ameaça vinha desde a última quinta-feira (15), logo após a derrota para a Ponte Preta no Scarpelli. Desde então os jogadores não treinaram e nesta terça-feira não entraram em campo.

O fato foi relato em súmula pela arbitragem e vai a julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Conforme Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o Figueirense pode ser multado em até R$ 100 mil e em caso de um segundo WO nesta Série B, o clube será excluído do campeonato e, por consequência, rebaixado.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: