A noite desta terça-feira (20) foi de muita alegria para a professora de Jaraguá do Sul Agatha Winter Rodrigues, de 22 anos. Representando o município de Schroeder, ela era uma das finalistas do prêmio Instituto Guga Kuerten de 2019 e saiu vitoriosa na categoria Ação Educativa.

No ano passado, ela foi auxiliar de sala em Schroeder e acompanhou de perto a estudante Heloisa Kuster, de 9 anos, que nasceu prematura e possui uma deficiência intelectual com atraso no desenvolvimento psicomotor e baixa visão.

 

 

Juntas, professora e aluna desenvolveram o livro “Heloisa quer ser uma cantora” e foi por causa do trabalho realizado com ela, que Aghata conquistou o troféu no prêmio, dedicado a educadores que fazem ações sociais com alunos especiais.

“Foi uma emoção enorme em saber que eu era a ganhadora da categoria Ação Educativa, fiquei imensamente feliz”, lembra a professora. Ela ainda destaca a gratidão que sente por todos que de alguma forma, contribuíram para a realização do projeto.

 

 

“Estou muito feliz, foi realmente um momento único e encantador, com certeza ficará marcado em minha vida. E claro, se Deus quiser, será o primeiro de muitos prêmios ainda”, comenta Aghata.

Foto Arquivo Pessoal

A cerimônia de premiação aconteceu em Florianópolis e a professora foi acompanhada do secretário da educação, a supervisora, a diretora e a orientadora da escola em que trabalhava em Schroeder.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger