Em 2020, a realização do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) vai ser ainda mais especial. O evento completa 15 anos de existência e será marcado pela volta do Femusckinho e a chegada do programa Música Popular.

Serão 50 professores e cerca de 700 alunos, vindos de 16 estados brasileiros e de 21 países, fazendo com que Jaraguá do Sul respire arte e música erudita durante os 14 dias de festival.

“O Femusc está 'debutando', mas em ralação a festivais já consolidados pelo mundo, com mais de 40 anos, aqui nós ainda somos uma criança. Estamos entrando na juventude do festival com muito aprendizado e sucesso, mas ainda há desafios”, comenta o diretor executivo do Femusc, Fenisio Pires Junior.

A abertura oficial do festival acontece neste domingo (19) às 20h30, no Grande Teatro da Scar, com a série Grandes Concertos, que reúne obras eruditas e também da música popular brasileira.

Entre os músicos homenageados estão: Pixinguinha, Milton Nascimento, Ivan Lins, Giuseppe Verdi, entre outros. Depois, às 22h, acontece a série Happy Hour, no Café Scar.

Na tarde desta sexta-feira (17), um grupo de instrumentistas ensaiava na sala de piano da Scar | Foto Dielin da Silva / OCP News

A programação tem cerca de 150 concertos e 600 obras serão apresentadas desde o dia da abertura até o encerramento que acontece no dia 1º de fevereiro.

Os 14 dias de Femusc serão intensos para os instrumentistas que terão em suas rotinas: aulas, ensaios e apresentações.

O maior festival-escola de música da América Latina não leva este título atoa, o sucesso do festival faz com que cada vez mais pessoas, de diferentes cidades, estados e países, busquem-no para aprender ainda mais com os professores que aqui vem para compartilhar conhecimentos e experiências.

Volta do Femusckinho

Um dos destaques deste ano é a volta do Femusckinho e do Femusc Jovem, que fazem despertar nas crianças o interesse pela música. Junior comenta que sempre que a modalidade acontece, na semana seguinte os pais vão até a Scar fazer as inscrições dos filhos nas aulas de música clássica.

Atualmente, a Orquestra Filarmônica da Scar é uma das principais de Santa Catarina e ali há músicos que iniciaram no Femusckinho e depois percorreram um caminho de aprendizado.

Alunos do projeto Serioso se preparavam para as primeiras apresentações do festival | Foto Dielin da Silva / OCP News

Para o diretor executivo, o festival mostra que você pode começar ainda criancinha e ali mesmo já enxergar grandes exemplos da área.

“Gosto de fazer uma analogia, que é como você montar uma escolinha de futebol e trazer para dar aula o Neymar, o Messi, os melhores jogadores do mundo. Então essa é a visão que os alunos têm dos professores do Femusc”, analisa.

Mais novidades

As novidades não param por aí. O programa Música Popular surge agora, na 15ª edição, para homenagear grandes autores brasileiros e trazer para um festival erudito as músicas que representam o país.

 

 

Neste ano, Alex Klein, o único brasileiro da música erudita que já ganhou um Grammy, vai apresentar a obra que o fez receber o prêmio.

Quem passar pela Scar durante os dias do festival, também poderá apreciar a estatueta do gramofone recebida pelo músico.

Desafios do festival

Para a edição comemorativa dos 15 anos, a organização conseguiu a aprovação de R$ 2,9 milhões pela Lei Federal de Incentivo Cultural, no entanto, a captação foi de apenas R$ 1,2 milhões.

“A captação foi muito difícil, as empresas não tiveram grandes resultados em 2019, por conta disso como não tem lucro, paga menos imposto de renda e não pagando imposto, o valor para o incentivo cultural diminui”, explica Fenísio.

Um dos quartetos que vão se apresentar no Femusc também se preparavam na sexta-feira (17) | Foto Dielin da Silva / OCP News

Segundo ele, a sustentabilidade do Femusc é o principal desafio, por isso, neste ano haverá venda de ingressos que podem ser adquiridos pelo site do Femusc.

As apresentações continuam contando com entradas gratuitas que podem ser retiradas na bilheteria da Scar dois dias antes de cada apresentação.

A venda de ingressos antecipados foi pensada para facilitar a vida de quem não mora em Jaraguá do Sul e também como uma maneira de incentivar a valorização financeira do festival.

Confira os destaques da programação para os primeiros dias do festival

Domingo (19)

  • 20h30: série Grandes Concertos, Grande Teatro da Scar;
  • 22h: Happy Hour, Café Scar.

Segunda-feira (20)

  • 12h: Série Shopping Center, Jaraguá do Sul Park Shopping;
  • 12h: Série Femusc Itinerante, Angeloni;
  • 15h: Série Femusc Itinerante, Espaço Hangar 33;
  • 18h: Série Violão Plus, sala de violão & MPB da Scar;
  • 18h: Série Piano Masters, Pequeno Teatro da Scar;
  • 19h15: Série Momento Springmann, Pequeno Teatro da Scar;
  • 19h15: Série de Canto Lírico, sala de canto lirico da Scar;
  • 19h15: Série Shows de Música Popular, sala de violão & MPB da Scar;
  • 20h30: Série Grandes Concertos, grande teatro da Scar;
  • 20h30: Série Recitais de Câmara, pequeno teatro da Scar;
  • 22h00: Série Happy Hour, café Scar.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger