Atualização: Caso chover no domingo (8), o evento será adiado.

Quase todo mundo já teve alguma aventura com os famosos “carrinhos de rolimã”, muito usados durante a infância e que só se aposentavam depois de quebrados.

O tempo passou e as crianças, que na época brincavam com os veículos sinônimo de maluquice, agora são adultas. No entanto, o espírito de aventura continua forte para algumas.

É o caso dos participantes da Corrida Maluca, que vai acontecer em Jaraguá do Sul, no próximo domingo (8), a partir das 9h.

 

 

Segundo o organizador Rafael Reis, a maior inspiração para realizar o evento foi o “Red Bull Ladeira a Baixo”, organizado pela marca de energético e que reúne corredores malucos de diversos estados do país. Neste ano, a corrida aconteceu em São Paulo.

Confira o vídeo que o designer e youtuber Paulo Biacchi gravou no local

Em Jaraguá do Sul, a descida vai acontecer no bairro João Pessoa, mais especificamente, na rua Manoel Francisco da Costa, na Fazenda Bom Retiro.

Os quase 30 inscritos, precisam confeccionar o próprio veículo e devem estar fantasiados para a corrida.

O evento inicia com a apresentação dos pilotos fantasiados. A melhor fantasia será premiada com um par de ingressos para o Beto Carreiro.

 

 

Em seguida, acontece a decida, que vai contar com uma rampa de aproximadamente 32 cm (pode não parecer muito, mas quando se está em alta velocidade, descendo de uma ladeira, o frio na barriga toma conta).

Cada carro deverá ter dois integrantes que devem pontuar para ir para a semifinal e depois disputar os prêmios do pódio.

Mas afinal, quais são os prêmios?

  • 1º lugar: um porco (sim, um porco) e três caixas de cerveja;
  • 2º lugar: R$ 200 e duas caixas de cerveja;
  • 3º lugar: R$ 100 e uma caixa de cerveja.

O evento também vai ter sorteio de um carrinho maluco para crianças, oferecido por um patrocinador. Para concorrer, basta colocar o nome da criança em uma urna disponível no evento.

 

 

Rafael conta que a ideia surgiu para unir as famílias. “É um tio que sabe soldar, o primo que tem coragem para descer, a mãe que faz a fantasia”, conta.

Ele diz que em nenhum momento pensou no lucro do evento, até porque, a entrada é um quilo de alimento não perecível, que será doado.

Inclusive, está liberado levar comidas e bebidas, para torcer pelos pilotos que vão disputar a corrida, já que o evento deve durar o dia todo. Também vai ter venda de comidas e bebidas no local e toda a verba será destinada para a APAE de Jaraguá do Sul.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger