Até o meio-dia desta terça-feira (3), a capital catarinense já pagou R$ 669 milhões em impostos municipais, segundo dados do Impostômetro, mantido pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). O dado leva em conta apenas os tributos municipais.

 

 

No mesmo período, o estado de Santa Catarina registra R$ 654 bilhões em impostos municipais, estaduais e federais, equivalente a 3,91% dos impostos pagos por todo o país, que já totalizam R$ 1,654 trilhão.

Outras cidades catarinenses somam valores elevados em arrecadação tributária. Contabilizando apenas os impostos municipais, Joinville soma de janeiro a setembro R$ 442,056 milhões de reais em impostos. Em Blumenau, o montante já totaliza R$ 309,526 milhões. Em Lages, são R$ 67 milhões no período.

Em Itajaí, de janeiro a setembro já foram pagos R$ 227 milhões em impostos municipais. Jaraguá do Sul soma R$ 108 milhões em impostos municipais desde que o ano começou. Em Chapecó, são R$ 150 milhões no período.

A questão tributária tem sido alvo de discussão no congresso e por parte de entidades empresariais, para as quais a próxima grande pauta do país deve ser uma reforma tributária.

Atualmente, o governo federal estuda unificação de tributos e uma possível retomada da Contribuição Provisória sob Movimentação Financeira (CPMF), sob um novo nome, sem redução nos impostos.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger