Içara abre inscrições para cursos da Escola Municipal Profissional

Foto: Divulgação

Por: OCP News Criciúma

22/09/2023 - 21:09 - Atualizada em: 22/09/2023 - 21:37

A partir da próxima segunda-feira (25) o Governo de Içara, em colaboração com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), dará início ao período de inscrições para quatro cursos profissionalizantes gratuitos. Os interessados terão a oportunidade de se capacitar em Técnicas de Soldagem, Panificação e Confeitaria, Eletricista Instalador Industrial e Pedreiro de Alvenaria.

As inscrições para o curso de Técnicas de Soldagem serão realizadas na empresa Librelato, enquanto os demais cursos deverão ser buscados na Secretaria de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda, localizada no Paço Municipal Ângelo Lodetti, até o dia 9 de outubro. É importante observar que o curso de Técnicas de Soldagem acontecerá na própria Librelato, com aulas às terças e quintas, das 18 horas às 22 horas. Já os outros cursos contarão com turmas vespertinas e noturnas, das 13h30 às 17h30 ou das 18h30 às 22h30, de segunda a sexta. A escola móvel do Senai será montada tanto no centro quanto no bairro Presidente Vargas.

Os requisitos para participação incluem residir em Içara, ser alfabetizado e possuir mais de 16 anos, com a exceção do curso na Librelato, que exige que os alunos tenham mais de 18 anos. Ao todo, serão ofertadas 140 vagas nesta oportunidade. Os detalhes completos podem ser encontrados nos editais disponíveis aqui.

A Escola Municipal Profissional de Içara, em parceria com o Senai, já capacitou mais de 600 içarenses em cursos profissionalizantes desde 2021. O município é pioneiro na iniciativa no Sul do Estado e escolhe os cursos com base nas necessidades da indústria local, contribuindo para a oferta de mão de obra qualificada.

A prefeita Dalvania Cardoso enfatiza que Içara recentemente superou a marca de oito mil empresas registradas pela primeira vez. Oferecendo condições favoráveis para o desenvolvimento industrial, o município incrementa sua arrecadação pública, possibilitando mais investimentos em obras e ações essenciais para a comunidade, com impactos positivos na saúde, educação, infraestrutura e segurança.