A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul realiza sessão nesta terça-feira (18) para eleger a nova mesa diretora e deverá votar também outros projetos que deram entrada nos últimos dias. A previsão é que o acordo firmado logo após o pleito municipal de 2016 seja cumprido e Anderson Kassner (PP) seja eleito presidente do Legislativo com Marcelindo Gruner (PTB) de vice e Celestino Klinkoski (PP) de secretário. Mesmo com o encaminhamento e com poucas possibilidades de zebra, as principais lideranças do PP e PMDB, como Ademir Izidoro e Carlos Chiodini, foram acionadas para conversar com a base. O fim de semana foi de articulação e reuniões. Manter a unidade na Câmara é prioridade também para o Executivo, que pretende em 2018 dar continuidade às reformas da máquina pública.

Sessão extra na quinta

O presidente da Câmara de Jaraguá do Sul, Pedro Garcia (PMDB), vai conversar com os vereadores para convocar uma sessão extraordinária na quinta-feira. São ao menos 13 projetos ainda pendentes para análise e votação. Um deles é o que estipula as novas tarifas do lixo, que será administrado pelo Samae em 2018. Se houver pedidos de vistas, poderão ser marcadas novas sessões extraordinárias. Vale lembrar que os parlamentares não recebem por presença nas sessões extras, porém Garcia lembra que se faltarem terão a falta descontada.

Novo líder em 2018...

Marcelindo Gruner (PTB) tem dito que em 2018 não será mais o responsável pela liderança de governo na Câmara. Diz que já cumpriu com sua palavra e que pretende ter mais tempo para se dedicar às demandas da comunidade. O novo líder deve ser anunciado em fevereiro.

Postura de Dico irrita a base

A justificativa do tucano Isair (Dico) Moser de que votou contra as mudanças no IPTU por determinação da cúpula do PSDB não foi bem recebida entre o governo e a base aliada. “O Dico participou de todas as reuniões da base para discutir o projeto, as mudanças necessárias e nunca, nunca, disse que iria votar contra. Na hora, viu que o projeto tinha os votos necessários e votou contra para ficar de bom moço”, disse à coluna um dos parlamentares irritado com o tucano.

Estratégia de guerra

O debate sobre a revisão da planta de valores dos imóveis dominou as redes sociais no fim de semana. A acusação é de que o aumento vai doer no bolso no contribuinte. Fotos dos vereadores que votaram a favor do projeto viralizaram. A base foi acionada e contra-atacou. A ordem é não deixar nenhum questionamento sem resposta.

Até mais

Entro em férias hoje e retorno no dia 1º de fevereiro. Agradeço a companhia e o olhar atento dos leitores a quem me dedico diariamente. Que vocês todos aproveitem as festas para curtir a família e descansar. Um 2018 de muita saúde, amor, trabalho, felicidade e saúde!