“Novos tempos, máscara na cara!”
“Novos tempos, máscara na cara!”

Para a geração que já foi chamada de Cara Pintada (e não só essa geração), a ordem mundial agora é outra, é a geração das máscaras, mas será até onde isso vai e qual a importância nos dias de hoje de se utilizar tal acessório de segurança?

Bom, em primeiro lugar tem-se o sentido da proteção e prevenção. Utilizamos máscara, coisas que em outros países já era visto há muito tempo, para nos proteger do tal Coronavírus. A eficácia? Bom, até aí não sei, não sou estudioso da área, mas como é recomendação que virou obrigatoriedade, prefiro utilizá-la do que estar me expondo, ainda mais que em minha casa, tenho pessoas que fazem parte do grupo de risco.

outro detalhe, máscara não se utiliza no queixo, pendurada nas orelhas ou sem cobrir o nariz ou a boca, senão ela perde o sentido da sua utilidade.

Existem máscaras de todos os tipos, aquelas que são vendidas a três por “dérreal”, até as mais sofisticadas, ostentando as logomarcas de grifes famosas que chegam a custar de 400 a 600 contos cada uma.

No momento, estou utilizando máscaras com tecnologia antiviral, produzidas aqui na terrinha, pela Dalila Têxtil, cuja eficácia do seu poder de eliminar o vírus em até 99.9 %, comprovados por testes realizados nos laboratórios da UNICAMP e UFSC.

Segundo o site da revista Vogue, “Sua tecnologia utiliza partículas de prata (antimicrobiano) para atrair o vírus com carga oposta fazendo com que o mesmo se ligue aos grupos de enxofre presentes na superfície que envolve o vírus. Essa reação inibe o crescimento e a persistência do vírus no tecido, com um mecanismo de ação que bloqueia sua ligação nas células hospedeiras, impedindo que o microorganismo libere seu material genético no interior.”

Uma das vantagens do tratamento antiviral empregado na malha que as máscaras são confeccionadas é que o efeito se mantem no tecido por até 20 lavagens.

Mas o pior de tudo é acostumar-se com a rotina das máscaras. No início era bastante complicado, cheguei a sair de casa algumas vezes e ter que retornar, pois havia esquecido de levar comigo o acessório do momento.

Outra situação que aconteceu é que na semana que passou, fui até uma agência bancária, chegando na fila perguntei se a mesma serviria para quem iria utilizar os serviços dos caixas eletrônicos.

Notei que a senhora para quem eu perguntei, olhou-me meio atravessado, mas pensei que ela poderia estar tensa por estar na fila esperando para entrar na agência, enquanto eu que tinha acabado de chegar, já iria resolver minha situação.

Fui em direção aos Caixas Eletrônico e observei que todos me olhavam de um jeito estranho, coloquei o cartão, por infelicidade o sistema estava lento e vi que a fila atrás de mim já havia aumentado e todos me olhavam com aquela mesma cara da senhora que estava do lado de fora da agência, esperando para entrar.

Pensei comigo: será que estou demorando tanto e o pessoal está com tanta pressa assim?

Tratei de terminar rapidinho o que estava fazendo e me dirigi para o estacionamento da agência para pegar meu carro. No caminho, encontrei com uma conhecida e ao cumprimentá-la, ela falou: Zeca, cadê sua máscara?

Naquele momento entendi os olhares que recebi dentro da agência bancária, só que infelizmente, nenhuma das pessoas foi capaz de perguntar o porquê eu não estava utilizando a máscara.

Reações de uma sociedade mascarada!

Live dos 100 mil

O músico Tiago Wickmann apresenta os sucessos de Leandro e Leonardo, nesse domingo, na Live dos 100 mil.

Tudo teve início com uma brincadeira no Facebook, onde o músico e amigo Tiago Wickmann, fez uma postagem aonde falava que se o post atingisse 100 mil comentários ele iria fazer uma live cantando os sucessos de Leandro e Leonardo.

Até aí tudo bem, se Tiago não fosse um ferrenho admirador do rock’n’roll. Entrando na brincadeira, seus amigos começaram a fazer os comentários até que a meta proposta pelo músico fosse atingida.

Então, é nesse domingo (13) que Tiago canta os sucessos da dupla de Goiânia no Youtube. A live está marcada para acontecer ao meio-dia e você pode assistir a esse “momento histórico” inscreva-se e acesse o canal do Tiago no Youtube.

Galinhada

A Black Box Tap House promovendo aquela galinhada esperta no sábado.

Para quem não está a fim de cozinhar neste Sábado (12), fica o toque que vai rolar almoço na Black Box Tap House, com a 1ª Galinhada da Tap. Para participar, basta você fazer a sua reserva pelo whats 99698-8342 até às 11h. dessa sexta-feira.

O atendimento na Black Box será das 11h às 14h para consumo no local ou retirada. Só, Não se esqueça de vir com sua Máscara, pois a casa está tomando todos os cuidados para que você fique seguro e confortável para curtir esse almoço especial e muita cerva artesanal.

Para quem ainda nao conhece é um ambiente arejado, com o pé direito alto, ventilado e com estacionamento amplo em frente ao bar e serve 37 opções de cervejas artesanais.

A Black Box Tap House fica na Rua João Januário Ayroso 2485, no Jaraguá Esquerdo.

Lembrem-se: Figurinha repetida não completa álbum, vamos embora que a litorina não espera.
Até semana que vem!