Três fatores são muito importantes quando falamos em investimentos: o tempo que você tem para investir, o quanto você poupa e o quanto você ganha em seus rendimentos.

O grande problema da maioria das pessoas é focar apenas no quanto elas ganham em rentabilidade, o que faz com que algumas assumam riscos desconhecidos e entrem em produtos financeiros não compatíveis com os seus perfis e, em algumas vezes, em verdadeiras armadilhas. Não é por acaso que, em pleno século XXI, as pirâmides financeiras ainda consigam extrair dinheiro de alguns.

O problema de focar apenas na rentabilidade é não dar atenção aos outros dois fatores, que, na maior parte das vezes, trazem efeitos muito mais benéficos e duradouros.

O tempo de investimento é um aliado extremamente importante, pois tem a colaboração dos juros compostos. Como exemplo, vou citar os seguintes dados: um valor aplicado a 0,5% ao mês, por 15 anos, consegue uma rentabilidade acumulada de 145%. O mesmo valor aplicado a 0,6% ao mês, pelo mesmo período, consegue rentabilidade de 193%. O que esses dados mostram? Que um pequeno percentual a mais de ganho, mas repetido por um longo período, traz como benefício uma rentabilidade muito maior.

Outro ponto extremamente importante são os aportes. Quanto mais a pessoa poupa enquanto tem boa renda e condições físicas e psicológicas de trabalhar com mais intensidade, mais tranquilo será o caminho futuro. Vou mostrar um exemplo bem simples: se uma pessoa conseguir poupar R$ 10 mil em um ano e aplicar o valor a uma taxa remuneratória de 8% ao ano, ela terá, após 10 anos, o valor de R$ 21.589,00, aproximadamente.

Mas se esta mesma pessoa acumular este valor em 4 anos (R$ 2.500 em cada ano) com a mesma remuneração de 8% ao ano, ela chegará, após 10 anos do primeiro aporte, a R$ 19.306,00, aproximadamente. Isso significa que, em 10 anos, quem poupou mais dinheiro inicialmente conseguiu 22% a mais em relação aos mesmos R$ 10.000,00 iniciais. É muita diferença.

Nos dois casos que frisamos, a paciência se destaca como a maior aliada, pois ela irá mostrar que não necessitamos de grandes tacadas em termos de rentabilidade. Quando a pessoa chega a essa conclusão, ela torna-se capaz de manter o foco no seu trabalho e na geração de renda, utilizando o tempo como aliado nos investimentos. Pense nisso.

Texto de César Augusto Corso, especialista em investimentos na Warren. O e-mail dele é cesar.corso@warren.com.br.