O fantasma da inflação - apesar do discurso tranquilizador do governo federal - voltou a dar as caras em junho: impulsionada pela variação dos preços dos alimentos, a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o mês de junho com alta de 1,26%, a maior taxa para o mês desde os 2,26% de junho de 1995.

Embora não seja um resultado calamitoso e esteja longe das piores crises inflacionárias - o país já chegou a registrar inflação de 83,95% em um único mês, em março de 1990 - o dado é preocupante e pode indicar um retorno aos  padrões inflacionários que marcaram a crise de 2016.

Segundo o IBGE, esta é a primeira vez desde os 1,27% de janeiro de 2016 que o índice fica acima de 1,0%. O resultado torna ainda mais inviável a meta de inflação do Conselho Monetário Nacional, de 4,5%. No ano, o IPCA já acumula 2,6% e a meta tem tolerância de 1,5% para cima ou para baixo.

Em 2017, a inflação fechou o ano oficialmente em 3%, embora a percepção que a população tem da inflação seja maior, devido a perda de poder aquisitivo por outros motivos, como a alta do desemprego e cortes de horas em algumas categorias.

A economia vive um mau momento -e a inflação está aí para demonstrar.

WEG ganha destaques

A WEG foi novamente o grande destaque do Prêmio Top of Mind de Santa Catarina, promovido pelo grupo NSC Comunicação, em parceria com o Instituto Mapa. A empresa foi premiada em três categorias: "Grande Empresa Catarinense da Indústria, Destaque em Responsabilidade Social" e "Máquinas, Equipamentos, Autopeças".

Além disso, Harry Schmelzer Jr., presidente da WEG, foi eleito o "Empresário Destaque na Indústria". A cerimônia de premiação aconteceu na noite de quinta-feira (5), no auditório da Federação das Indústrias do estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

Novidade no shopping

Mais uma novidade acaba de chegar ao Jaraguá do Sul Park Shopping. Nesta semana, a Óticas Carol, que conta com mais de mil lojas em todo o Brasil e é considerada a maior rede de óticas do país, inaugurou uma operação no empreendimento. A marca está instalada no piso L1.

Ricardo Amorim na Aciag

Na segunda-feira (9), a Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag) promove o terceiro evento em comemoração aos 40 anos de fundação da entidade. O convidado é o economista Ricardo Amorim, que falará sobre as perspectivas econômicas para os próximos anos. O evento ocorre na sede da entidade e começa as 19h15.

Vendas de veículos superam média em SC

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – Regional Santa Catarina (Fenabrave-SC) divulgou o desempenho dos emplacamentos no mês de junho e do acumulado do primeiro semestre de 2018.

De acordo com a entidade, foram vendidos 87.225 veículos no primeiro semestre do ano - o que representa crescimento de 21,91% na comparação com o mesmo período do ano passado. Santa Catarina está acima da média do crescimento nacional - o país registrou 12,37% de incremento neste período.

R$ 1,5 bilhão para montadoras

O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira (6) a medida provisória (MP) que cria o novo programa de incentivo a montadoras – Rota 2030 Mobilidade e Logística.O presidente Michel Temer assinou MP que cria o programa nesta quinta feira. Com o Rota 2030 serão concedidos créditos tributários que podem chegar a R$ 1,5 bilhão ao ano

US$ 7,5 bilhões perdidos em investimentos

Os investimentos estrangeiros no Brasil caíram 9,7% em 2017, na comparação com 2016. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

O país recebeu em 2017 US$ 70,686 bilhões em investimentos externos diretos - US$ 7,5 bilhões a menos do que em 2016.

Quer receber as notícias no WhatsApp?