O Grupo Menegotti, de Jaraguá do Sul, finaliza na quarta-feira (1º) o processo de venda da sua unidade em Schroeder para a Castertech Fundição e Tecnologia, das Empresas Randon. O negócio foi efetivado no último mês de junho.

Ao longo de 80 anos de história, a Menegotti se tornou referência nacional em produtos de construção e, com a negociação, busca se fortalecer ainda mais no mercado. Focada no futuro e na continuidade dos projetos de crescimento, a companhia redirecionou seus investimentos e, por isso, repassou à Castertech toda a operação de Fundição e Usinagem.

Conforme a CEO do Grupo Menegotti, Pauline Menegotti Horn, parte do valor resultante do negócio será direcionado para fluxo de caixa da empresa e novos investimentos.

“Com esse volume em caixa, planejamos crescer, aumentando estoques em produtos de giro e lançamentos e ampliando e modernizando a capacidade produtiva”, explica.

Já a planta adquirida pelas Empresas Randon seguirá, agora, um novo ciclo de crescimento em Schroeder. “A compradora poderá dar ótimas condições à unidade e colaboradores”, complementa a CEO, ressaltando que os funcionários foram absorvidos pela Castertech e, portanto, seguirão trabalhando.

“Nós, na Menegotti, agradecemos muito pelo tempo em que estivemos no município e desejamos um futuro próspero a todos. Ter um negócio, fazê-lo crescer, gerar valor e, então, vendê-lo, com certeza, é uma grande conquista”, destaca.

A compradora possui sede em Caxias do Sul e São Paulo. Atualmente, a empresa fornece produtos para montadoras de caminhões, ônibus, semirreboques, sistemas automotivos, para o segmento agrícola e ao mercado de peças de reposição.

Dívidas

Em vigor desde julho, a Lei do Superendividamento alterou o Código de Defesa do Consumidor e criou um instrumento de renegociação em bloco das dívidas nos tribunais estaduais de Justiça. Num procedimento semelhante às recuperações judiciais realizadas por empresas, a pessoa física pode fazer uma conciliação com todos os credores de uma única vez, criando um plano de pagamentos que caiba no bolso.

População

A última década registrou um aumento do número de grandes municípios no Brasil. No Censo de 2010, somente 38 municípios tinham população superior a 500 mil habitantes, e apenas 17 deles tinham mais de 1 milhão de moradores. Em 2021, o número de cidades com mais de 500 mil habitantes subiu para 49.

Tá na Mesa

Começou nesta segunda-feira, (30) o DR Tá na Mesa 2021 – Alimentando Ideias, Nutrindo o Futuro, fórum digital gratuito voltado ao mercado de alimentos e bebidas do Brasil e de outros países da América Latina. A abertura oficial do evento promovido pela multinacional brasileira Duas Rodas, de Jaraguá do Sul, contou com participação Diretor Comercial e Marketing da Duas Rodas, Hilton Leonetti.

Petrobras

A Petrobras ficou em primeiro lugar na categoria Petróleo e Gás do ranking Top Open Corps, que premia as empresas que mais interagem com o ecossistema de inovação aberta no país. A companhia vem apostando nesse segmento, por meio do Programa Petrobras Conexões para Inovação que, este ano, lançou edital com investimentos no valor de R$ 22 milhões.

Prazo

Termina nesta terça-feira (31) o prazo para os microempreendedores individuais (MEIs) regularizarem o pagamento dos impostos devidos desde 2016 ou há mais tempo. A partir de setembro, a Receita Federal enviará esses débitos para inscrição em Dívida Ativa da União para evitar a prescrição.

Prazos [2]

Sem medida do governo brasileiro para ampliar prazos, diante dos impactos da pandemia da Covid-19 no setor, exportadoras brasileiras que utilizam o drawback estimam perdas de mais de R$ 1,2 bilhão em 2021. O levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) é referente a 406 atos concessórios - dos quais 121 já venceram no primeiro semestre.

Fartura

O mercado de trabalho encerrou agosto com força em Jaraguá do Sul: A agência local do Sistema Nacional de Emprego (Sine) abriu a última segunda-feira do mês (30) com um total de 354 vagas de emprego, em 123 funções, entre setores de serviço, administração, comércio e produção.

 

Abertura de empresas

O presidente Jair Bolsonaro, sancionou com vetos a Lei 14.195/21, que facilita a abertura de empresas e estimula o comércio exterior. A norma é resultado da Medida Provisória 1040/21, aprovada pelo Congresso no início de agosto. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira (27). As informações são do portal MoneyTimes. Uma das mudanças trazidas pela lei é a emissão automática (sem avaliação humana) de licenças e alvarás de funcionamento para atividades consideradas de risco médio. Enquanto estados, Distrito Federal e municípios não enviarem a classificação de risco para uma rede integrada, vale a classificação federal.