Os cistos no ovário são "bolinhas" cheias de líquido e podem ocorrer em mulheres de todas as idades. Na sua maioria, são pequenos e benignos, não provocam sintomas e podem desaparecer espontaneamente. No entanto, esse assunto causa muitas dúvidas, principalmente em relação à sua influência na fertilidade feminina.

Ovários policísticos e cisto de ovário são diferentes, o último geralmente é único, tendo em geral de 3 a 10 cm, podendo ser maior.

Já na síndrome dos ovários policísticos são encontrados vários pequenos cistos, com média de 10 milímetros de diâmetro espalhados pelo ovário e é associado a alguns sintomas característicos, tais como: o aumento de pêlos no rosto, seios e abdômen, acne, dificuldade para engravidar e ganho de peso.

Existem diversos tipos de cistos ovarianos, os mais comuns são os cistos foliculares e os cistos de corpo lúteo.

Os cistos foliculares evoluem de um folículo formado para abrigar o óvulo e liberá-lo em direção às trompas, no período da ovulação. Se esse folículo não se romper para liberar o óvulo, ele continua acumulando líquidos e crescendo, formando então um cisto. Na maioria dos casos, ele desaparece em algumas semanas.

Já o cisto de corpo lúteo ocorre quando o óvulo é liberado, mas o corpo lúteo volta a se fechar e passa a crescer e acumular líquidos no seu interior.

É muito raro um cisto ovariano causar infertilidade, mas ele pode dificultar a concepção devido às alterações hormonais que provoca. É recomendável que a mulher faça o acompanhamento do cisto ovariano antes de tentar engravidar.

Na maioria dos casos, o tratamento para os cistos no ovário é muito simples, mas o acompanhamento do médico ginecologista é essencial para garantir o sucesso da terapia escolhida e não prejudicar a saúde da mulher e sua fertilidade.

Onde encontrar

O Dr. Marcelo Langer atende apenas consultas particulares na Policlínica Rio Branco que fica na Rua Barão do Rio Branco, 207, sala 5, no Centro de Jaraguá do Sul. Contato pode ser feito pelo telefone: 47 3275-1063 ou 47 99924-7779 (Whatsapp). Fique por dentro das novidades pelo Facebook e Instagram (@drmarcelolanger).