No dia 2 de outubro de 2022, os brasileiros irão às urnas escolher, por meio do voto, seus representantes. Vale evidenciar que o voto, ou sufrágio universal, em nosso país, é uma herança ibérica, entre tantas, que ao longo dos tempos, tem legitimado os sistemas de governo, hoje a Democracia.

Nesse momento singular de nossa história republicana, torna-se oportuna uma sóbria reflexão sobre o ato de votar. Embora toda motivação de exercer esse direito seja legítima, é prudente que o exercício do voto se oriente em alguns princípios relevantes como: coerência, responsabilidade, acessibilidade e utilidade.

Ao nos reportarmos ao princípio ‘utilidade,’ queremos dizer que todo voto é importante, porém, há uma escala de prioridade nesse processo. Significa alegar que toda e qualquer mudança que se busca por meio do voto, se inicia, essencialmente, pelo eleitor, repercutindo na sua casa, depois na sua rua, no seu bairro, na sua cidade, no seu estado e, por fim, no país. Por essa perspectiva, a lógica de orientação deveria focar, em primeira instância, os representantes de nossa cidade e região.

Por isso, a exemplo de anos anteriores, as entidades empresariais de Jaraguá do Sul retomaram campanha institucional com esse objetivo. A ação teve largada nesta segunda-feira (12) para estimular o voto consciente, especialmente entre os eleitores mais jovens, valorizando a presença às urnas como um exercício de cidadania, ao mesmo tempo, visando aumentar a representatividade regional junto à Assembleia Legislativa, Câmara Federal e Senado.

Essa providencial campanha segue o mote: “vote em quem é de casa. Vote em quem você conhece da região.”