A escola é um espaço de vivências e aprendizados e é nesse espaço que o estudante socializa o conhecimento e se forma moralmente, desenvolvendo-se como indivíduo e cidadão.

É no ambiente escolar que o aluno encontra os meios de preparo para os seus projetos de vida e compreende que a sociedade deve ser justa e igualitária não apenas para si, mas para todos. Nessa concepção, a escola inclusiva é imprescindível já que a educação é um direito de todos. O papel da escola então, é garantir que os alunos com deficiência tenham um lugar de aprendizagem garantido.

O Colégio Marista São Luís entende que a igualdade de oportunidades e a valorização das diferenças humanas fazem parte do currículo escolar. Deste modo, a inclusão é uma realidade de que a escola não pode mais se abster.

Realizar uma educação inclusiva é acolher as especificidades, atendê-las e respeitá-las no cotidiano escolar, garantindo a todos o direito de aprender. Para tanto, observa-se a importância da construção coletiva de condições de ensino e aprendizagem, estimulando a autonomia e o desenvolvimento integral dos estudantes.

Essa é uma missão que exige esforço, não somente dos professores, mas de toda a comunidade educativa, de forma articulada e comprometida. Assim, os alunos em situação de inclusão têm condições de alcançar o máximo desenvolvimento possível de seus talentos e habilidades físicas, sensoriais, intelectuais e sociais, segundo suas características, interesses e necessidades de aprendizagem.

Educar para a inclusão implica em transformação da cultura, das práticas e das políticas vigentes na escola e nos sistemas de ensino, de modo a garantir o acesso, a participação e a aprendizagem de todos, sem exceção.

A grande novidade para esse ano no Colégio Marista São Luís, é a implementação do Atendimento Educacional Especializado (AEE), em que uma profissional direcionada a essa função desenvolverá junto a sala de aula comum e toda a comunidade escolar, recursos para que barreiras sejam quebradas ao que se trata de inclusão, visando adequações para a aprendizagem dos estudantes com necessidades específicas.

Será um avanço audaz e esperançoso, na busca de respostas efetivas para a construção de uma educação inclusiva, que considere seus sujeitos como protagonistas potentes, capazes de se desenvolver plenamente mediante metodologias, recursos e mediação adequada.

No espaço do Colégio, a acessibilidade acontece não apenas de modo físico, mas em todo âmbito educacional, promovendo abertura e valorização da diversidade.
Educação para todos, isso é Marista.

Renatha de Paula, professora do Atendimento Educacional Especializado do Colégio Marista São Luís, Pedagoga e Neuropsicopedagoga Educacional e Clínica.