O mês de junho é marcado pela reflexão em torno da sustentabilidade, já que no último dia 5 foi celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para a Católica SC, esse valor está presente desde a sua fundação. A instituição está envolvida em ações que ajudam na preservação da natureza, visando um futuro e um presente melhor para todos.
Isso porque no meio universitário, em especial, é essencial desenvolvermos projetos em prol do meio ambiente, ajudando os acadêmicos com o conhecimento acerca do tema e influenciando eles a se interessarem pelo assunto. Afinal, independente da profissão que irão seguir, a sustentabilidade é uma pauta fundamental, e ela deverá estar presente não só no exercício de suas atividades, como também no papel de cidadãos que desempenham junto à sociedade.
Neste sentido, a Católica, por duas vezes, conquistou o selo do Movimento Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O reconhecimento formaliza os projetos criados pelo centro universitário, integrante do movimento nacional, que tem capítulo no Estado e subseções em Joinville e Jaraguá do Sul. O selo faz parte da estratégia de implementação da Agenda 2030 e têm como principais objetivos assegurar os direitos humanos, erradicar a pobreza, combater a desigualdade e a injustiça, fomentar a igualdade de gênero e atuar contra as mudanças climáticas. As 17 metas a serem desenvolvidas são fruto de um esforço conjunto de países, empresas, instituições e sociedade civil.
O reconhecimento da Católica foi centrado em nove objetivos, que consideramos primordiais: erradicação da pobreza; fome zero e agricultura sustentável; saúde e bem-estar; educação de qualidade; igualdade de gênero; trabalho decente e crescimento econômico; redução das desigualdades; cidades e comunidades sustentáveis e paz, justiça e instituições eficazes.
Para isso, elaboramos ações como o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), que atua na mediação de conflitos, o Núcleo de Apoio Contábil Fiscal (NAF), com assessoria no imposto de renda, o Projeto Imigrante Cidadão, que promove o ensino da língua portuguesa, fomentando a empregabilidade e a cidadania dos imigrantes, entre outros.
Outra forma de promover o desenvolvimento, aliado à sustentabilidade, é o Projeto Comunitário, que tem como objetivo a arrecadação de donativos, direcionados a entidades.
Nossos acadêmicos podem ainda se inscrever em bolsas para ajudar a comunidade, ou em projetos focados na preservação do meio ambiente. Basta procurar a coordenação da unidade e manifestar interesse, que buscaremos uma oportunidade.

Assim, acreditamos que formamos cidadãos cientes de seus deveres e promotores de transformações significativas na sociedade, buscando sempre a construção de um futuro mais justo, igualitário, e enfim, um mundo melhor para se viver.