O Tribunal de Contas da União (TCU) entregou ofício ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), requisitando acesso aos Boletins de Urna (BUs) de uma amostra de 4.577 seções eleitorais que foram sorteadas aleatoriamente pelo órgão para serem submetidas à auditoria. A avaliação vai comparar os BUs recolhidos com a totalização referente ao primeiro turno das Eleições 2022 divulgada pela Corte Eleitoral.

Foram requisitados BUs de aproximadamente 2,3 mil municípios. Isso significa que cerca de 40% dos municípios com eleição, no Brasil e no exterior, terão pelo menos uma urna auditada pelo TCU. Das 4.577 seções sorteadas, cerca de 970 estão localizadas em capitais e dez no exterior. A meta mínima de conferência é de 4.161 BUs.

A amostra requisitada tem grau estatístico de confiabilidade de 99% e margem de erro de 2%, além de considerar a variância de 50%. Os parâmetros foram estabelecidos pela equipe de auditoria do TCU considerando critérios de risco. Vale destacar que cada uma das 472.075 seções eleitorais que funcionaram no primeiro turno do pleito tinham a mesma probabilidade de ser selecionadas.

O resultado desta fase da auditoria constará dos próximos dois relatórios a serem produzidos pelo TCU sobre o sistema eletrônico de votação. A previsão é de que sejam divulgados nos meses de novembro e início de fevereiro, respectivamente.

O TCU vem realizando essa auditoria em várias etapas, para avaliar o sistema eleitoral como um todo. Com o objetivo de garantir a confiabilidade das informações repassadas pelas instituições públicas à sociedade, o TCU iniciou, em 2021, auditoria na sistemática da votação eletrônica brasileira.

 

Em Balneário Camboriú

O deputado estadual eleito Antídio Lunelli (MDB) esteve na terça-feira (11) em Balneário Camboriú para participar da recepção ao presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). Cerca de 10 mil pessoas, além de prefeitos, deputados e outros políticos acompanharam o ato de campanha com Bolsonaro, o candidato ao governo do Estado Jorginho Mello e o senador eleito Jorge Seif.

Na foto, Lunelli com o empresário Luciano Hang, da rede de Lojas Havan, grande apoiador do presidente no Estado.

Foto: Divulgação

 

Centro de Processamento

A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul aprovou, m sessão na terça-feira (11), indicação do vereador Jonathan Reinke (Podemos) que solicita ao Executivo a reforma do prédio do Centro de Processamento de Alimentos, que fica no Jaraguazinho. Segundo o parlamentar, o imóvel está em condições precárias e com vários pontos críticos como goteiras no telhado, umidade nas paredes, banheiros com portas danificadas, calçadas externas rachadas, forros e pisos quebrados.

Utilização

Centro de Processamento de Alimentos é utilizado por moradoras do Jaraguazinho para produção de strudel. O imóvel é de propriedade da Prefeitura e cedido às senhoras da comunidade para a realização do trabalho. A indicação foi aprovada por unanimidade e enviada ao Executivo para conhecimento do prefeito Jair Franzner.