Estupro ocorreu em uma área de mata à beira do rio Negro: homem de 37 anos foi preso nesta sexta-feira | Foto Polícia Civil/Divulgação

Estupro ocorreu em uma área de mata à beira do rio Negro: homem de 37 anos foi preso nesta sexta-feira | Foto Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 37 anos foi preso em flagrante nesta sexta-feira (14) suspeito de sequestrar e estuprar a sobrinha da ex-mulher, de 12 anos de idade, em Mafra, no Norte catarinense. Vídeos da violência sexual gravados pelo homem foram encontrados pela Polícia Civil.

O delegado Cassiano Tiburski, responsável pela investigação, informou que o suspeito deve responder também pelos crimes de constrangimento ilegal, de registro de imagens de pornografia infantil e de fornecimento de drogas a criança ou adolescente.

Os abusos

Segundo a Polícia Civil, na tarde da última quarta-feira (12), o suspeito invadiu a residência da vítima, uma adolescente de 12 anos, que estava sozinha em casa. Os abusos se iniciaram na própria casa da adolescente, que relatou que foi molestada com toques nos órgãos genitais e obrigada a realizar formas de relação sexual sem penetração. Além disso, a menina disse que foi obrigada a ingerir medicamentos de uso controlado, cocaína e bebida alcoólica.

O sequestro 

Antes de o pai da vítima chegar em casa - entre 18h e 20h -, o suspeito obrigou a menina a entrar no seu carro e a levou a um local conhecido como “Pirambeira”, em Rio Negro, próximo à bomba de captação de água da Sanepar, em uma área de mata à beira do rio Negro. Lá, a vítima foi novamente molestada, desta vez com maior violência, pois o agressor, na ocasião, segundo a Polícia Civil, tirou a virgindade da adolescente. Além disso, a garota foi novamente obrigada a consumir drogas como solvente de tinta e bebida alcoólica.

Os abusos duraram até aproximadamente às 4 horas da madrugada de quinta-feira, quando o suspeito deixou a vítima próximo a sua casa no Centro de Mafra. Chegando em casa, a adolescente contou o que teria acontecido para o seu pai que, ao amanhecer o dia, dirigiu-se à Delegacia de Polícia para registro.

A prisão do suspeito

Logo depois, os policiais civis iniciaram as buscas para localizar o agressor. Ele foi encontrado na casa de uma irmã no bairro Vila Nova. Após a captura do suspeito de estupro de vulnerável, os policiais continuaram as buscas para obter provas do crime. A investigação foi encerrada na manhã desta sexta-feira (14).

O suspeito inicialmente negou as acusações, mas, após a coleta das primeiras evidências, decidiu confessar os crimes. "As provas são muitas e robustas. Incluem vídeos gravados pelo próprio agressor nos momentos de violência", disse o delegado Cassiano Tiburski, que solicitou à Justiça a prisão preventiva do suspeito para que aguarde preso o julgamento.

O homem, que tinha antecedentes por estupro, foi conduzido ao Presídio Regional de Mafra.

LEIA MAIS: 

Ação conjunta entre PRF e PM prende três homens em Mafra

Terceira vítima de acidente na Serra Dona Francisca morre no hospital

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?