Um ato contra o uso de cerol em linhas de pipas que colocam em risco a vida de motociclistas e ciclistas reuniu mais de 1 mil pilotos na manhã deste domingo (28) em Florianópolis. O movimento aconteceu após a morte da publicitária Josiane Marques na semana passada, quando ela foi atingida quando transitava pela Vila Expressa.

O ato foi organizado por grupos de motociclistas e teve apoio da Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal e Polícia Militar.

Josiane foi atingida pela linha com cerol quando passava com sua moto pela Via Expressa | Foto PRF/Divulgação

O comboio saiu às 9h30min da Avenida Beira Mar Norte e percorreu cerca de cinco quilômetros até as margens da Via Expressa até o local onde ocorreu o acidente fatal com Josiane.

Os acidentes com linha de cerol em pipas vêm acontecendo com frequência nesta região. Um dia depois de Josiane ser atingida, outro motociclista e um carro foram atingidos pelo mesmo objeto.

Carro atingido por linha com cerol teve retrovisor arranhado | Foto Arquivo Pessoal

A Polícia Civil investiga as ocorrências e faz diligências na região da comunidade Chico Mendes em busca dos responsáveis pelo acidente fatal.

Quer receber as notícias no WhatsApp?