A Polícia Civil identificou o assaltante morto em confronto com a PM na tarde de quarta-feira (15) durante o sequestro relâmpago que também vitimou o filho do ex-prefeito de Lajes, no Rio Grande do Norte, Benes Leocádio, crime ocorrido na zona Norte de Natal, na região Nordeste do país.

Segundo o portal G1 RN, trata-se de Mateus da Silva Régis, de 17 anos, um dos cinco indiciados pelo latrocínio (roubo seguido de morte) da soldado catarinense Caroline Pletsch, em 26 de março deste ano, também na Zona Norte de Natal.

Mateus e o refém, Luiz Benes, de 16 anos, foram baleados no confronto envolvendo os próprios assaltantes e policiais militares do 4º BPM, durante uma perseguição na Av. Moema Tinoco. Benes Júnior ainda foi socorrido para a UPA do Pajuçara, mas não resistiu aos ferimentos. Um outro assaltante, que também é menor de idade, foi apreendido.

As polícias Civil e Militar devem instaurar um inquérito criminal e processo administrativo que irão apurar as circunstâncias, de onde partiram os tiros e as responsabilidades dos envolvidos no confronto.

De acordo com o G1 RN, dois revólveres foram apreendidos com Mateus e o comparsa. Quatro pistolas e três armas longas usadas por um sargento, um cabo e dois soldados da PM que participaram da troca de tiros foram recolhidas e também serão submetidas a exames balísticos para a identificação das armas de onde partiram os tiros que atingiram o adolescente.

“Tudo vai ser investigado e devidamente esclarecido”, afirmou o assessor de imprensa da Polícia Militar, o tenente-coronel Eduardo Franco.

Benes Júnior, filho de Benes Leocádio, foi morto a tiros em Natal | Foto: Reprodução/Facebook

LEIA MAIS: 

“A arma do sargento caiu no chão e um dos assaltantes atirou em Caroline” 

Suspeito de matar a PM Caroline Plescht é morto em confronto com o Bope, em Natal

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?