Operação teve início no final da madrugada desta quinta-feira (16). Equipes se concentraram em frente do 62 Batalhão de Infantaria, em Joinville | Fotos Divulgação Polícia Civil
Operação teve início no final da madrugada desta quinta-feira (16). Equipes se concentraram em frente do 62 Batalhão de Infantaria, em Joinville | Fotos Divulgação Polícia Civil

Uma megaoperação da Polícia Civil de Joinville tenta cumprir 72 mandados de prisão e outros 34 de busca e apreensão em diversas cidades do Litoral Norte de Santa Catarina. Os mandados foram cumpridos nas primeiras horas desta quinta-feira (16). A ação conta com 180 policiais das regionais de Joinville e Jaraguá do Sul.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Joinville, Balneário Barra do Sul, Bombinhas, Capivari de Baixo, Florianópolis, Itapoá, Tijucas e Tubarão, conforme explica o delegado da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Joinville, Luiz Felipe Fuentes.

“Parte destes mandados foram cumpridos dentro de unidades prisionais de Joinville. Ao todo, são 36 investigados que já estão presos. Além deles, até as 10 horas desta quinta, outras 14 pessoas foram detidas em casa. As prisões são preventivas por 30 dias”, revelou Fuentes com exclusividade à Rede OCP News.

Conforme o delegado, o grupo é investigado por associação criminosa, associação ao tráfico de drogas, tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

“Em Joinville, boa parte das prisões ocorreram na zona Sul. Entre os detidos há integrantes de pelo menos duas facções criminosas que atuam em Santa Catarina”, afirmou o delegado Fuentes.

As equipes seguem nas ruas, conforme a Polícia Civil, na tratativa de localizar os outros procurados que não foram localizados.

Além da DIC atuaram agentes da Draco (Divisão de Repressão ao Crime Organizado) da  DEIC (Diretoria de Investigações Criminais). A operação está sendo chamada de "Operação 72".

Quer receber as notícias no WhatsApp?