Foto Rádio Nereu Ramos
Foto Rádio Nereu Ramos

Por conta da falta de vagas no Presídio Regional de Blumenau, a Justiça foi obrigada a liberar mais dois homens detidos pela polícia.

Um deles estava foragido há mais de um ano e foi denunciado pela prática de organização criminosa. O outro tinha um mandado de prisão ativo por cometer um furto em 2016. Ele foi localizado na cidade de Ascurra.

Com isso, já são três presos soltos pela Justiça nesta semana em decorrência da situação.

 

Entenda o problema

Desde o dia 14 de novembro de 2019, o Presídio Regional de Blumenau está parcialmente interditado pela Justiça por ser considerado um dos mais caóticos do estado.

Na época, a 3ª Vara Criminal de Blumenau fixou um limite máximo de 620 presos, determinando ao Governo do Estado o remanejamento do contingente que excedesse o número. Ainda na ocasião, o juízo autorizou a manutenção de 30 vagas rotativas/transitórias adicionais para recebimento temporário de pessoas presas em flagrante ou com mandados de prisão ativos.

Contudo, passados mais de três meses, o Departamento de Administração Prisional (Deap) de Santa Catarina não promoveu a transferência dos detentos para outros locais, a fim de liberar vagas para ingresso de novos presos. No dia 27 de fevereiro, a direção do Presídio Regional informou que todas as 30 vagas temporárias estão esgotadas. Diante do panorama, mais presos podem ser liberados se providências não forem tomadas pelo Governo do Estado.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul