A Justiça manteve a prisão de Allex Schirmer, 36 anos, que tentou assaltar um banco com uma máscara de borracha. De acordo com a assessoria da 2ª Vara Criminal da Comarca de Jaraguá do Sul, o assaltante passou por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (15).

Agora, ele aguarda julgamento pelos crimes de tentativa de assalto e porte ilegal de arma de fogo no Presídio Regional de Jaraguá do Sul. O crime ocorreu na segunda-feira (12). Disfarçado de idoso, ele entrou no Banco do Brasil, no Centro, e anunciou o assalto com um bilhete na tesouraria.

Como o assalto não deu certo, ele continuou com o plano. Saiu da sala, pulou da janela do andar superior da agência e acabou caindo sobre um carro. Na queda, Schirmer quebrou o tornozelo esquerdo e foi preso pela Polícia Militar.

O táxi que o assaltante usaria na fuga estava estacionado no banco Itaú. No veículo ele deixou uma sacola com uma pistola Imbel calibre .380. A participação do taxista na ação foi descartada pela polícia.

Schirmer foi funcionário do Banco do Brasil por cinco anos e participou de um plano de demissão voluntária. Ele morava com os pais no Mato Grosso e ficou em um hotel em Curitiba. De lá, pegou um ônibus para Jaraguá do Sul para cometer o assalto.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger