Cliente que esfaqueou jovem trans é preso após se apresentar à Polícia Civil de Içara
Cliente que esfaqueou jovem trans é preso após se apresentar à Polícia Civil de Içara

A Polícia Civil de Içara prendeu um dos envolvidos no latrocínio tentado da trans, moradora de Criciúma, Rebeka Curtts, de 28 anos.

O crime ocorreu na manhã de sábado, em Içara, e teve repercussão nacional.

Na quinta-feira, manifestações pedindo justiça e contra a violência trans ocorreram em frente aos fóruns, de Criciúma e Içara.

A jovem foi atingida com mais de 30 facadas, efetuadas por dois criminosos, sendo que um deles já era seu cliente, que foi preso.

Ela conseguiu fugiu do ataque e pedir ajuda em um sítio, onde foi socorrida pelos bombeiros. Rebeka levou mais de 100 pontos e teve o rosto desfigurado.

Os agressores fugiram levando o carro da vítima, encontrado abandonado no mesmo dia, e demais pertences.

A Polícia Civil informou que, tão logo o fato foi comunicado, os policiais já iniciaram as investigações.

“Após várias diligências para elucidar o caso, foi apresentada a representação ao Ministério Público e ao Poder Judiciário pela decretação da prisão temporária do suspeito identificado, o qual se apresentou com seus advogados nesta sexta-feira, sendo colhido seu relato sobre os fatos, dado comprimento ao mandado de prisão temporária, deferido judicialmente, encaminhando-o ao Presídio Regional de Criciúma”, comunicou a Polícia Civil.

Em nota, a corporação ressaltou que foi fundamental, para o êxito da investigação, o comprometimento da equipe, bem como a análise célere do MP e do PJ da Comarca de Içara. Informou ainda que o inquérito policial já foi encaminhado, aguardando então a apreciação de novas medidas cautelares.

 

Leia também


Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp