A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Santa Catarina (OAB SC), emitiu nota na manhã desta quarta-feira (4) informando que a conduta do advogado Gastão da Rosa Filho no Caso Mari Ferrer está em análise pelo Tribunal de Ética e Disciplina, que atua para coibir desvios éticos da classe.

 

 

A OAB destaca ainda que pediu esclarecimentos sobre o caso e informa que os procedimentos do Tribunal de Ética e Disciplina são sigilosos até o seu término.

Confira a nota

“Nos últimos 5 anos foram aplicadas 664 penas de suspensão e 28 advogados foram excluídos dos quadros da OAB/SC.

A OAB/SC, por intermédio de seu Tribunal de Ética e Disciplina, atua no sentido de coibir os desvios éticos. Estamos dando sequência aos trâmites internos que consistem em oficiar ao advogado para que preste os esclarecimentos preliminares necessários para o deslinde da questão.

Os processos disciplinares tramitam no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SC e são sigilosos até o seu término, na forma da lei vigente”.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança