O advogado Gastão da Rosa Filho, defensor do empresário André de Camargo Aranha no Caso Mari Ferrer, emitiu nota onde dá sua versão sobre as imagens que revelaram detalhes do ato de julgamento sobre a acusação de estupro.

Nas cenas, Gastão aparece atuando de forma agressiva contra Mariana, numa forma de desconstruir a imagem da vítima, que acusa Aranha de tê-la estuprado durante uma festa numa casa noturna em Jurerê Internacional, em dezembro de 2018.

 

 

O vazamento das imagens em reportagem do site The Intercept Brasil provocou fortes reações nas redes sociais e a postura de Gastão foi alvo de críticas por autoridades jurídicas, como o ministro do STF, Gilmar Mendes; além de notas de repúdio de políticos, como o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Gastão se defende dizendo que a audiência foi tensa e marcada por embates constantes entre as parte. Segundo ele, Mariana teria mencionado as suas filhas e questões pessoais dele durante o ato. “É indispensável assistir toda a audiência antes de se omitir sentenças definitivas”.

O advogado destaca ainda se contra qualquer tipo de agressão contra as mulheres.

Confira a íntegra da nota

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp