De 2017 até setembro deste ano, os vereadores de Schroeder tiveram despesas de cerca de R$ 52 mil ao longo da atual legislatura.

O OCP continua nesta terça-feira (5) a série de levantamento das despesas de gabinetes e dos vereadores das câmaras municipais da região de Jaraguá do Sul.

 

 

As despesas levantadas estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência da Câmara de Schroeder.

Segundo explica a assessora jurídica da Casa Angélica Sontag, os vereadores de Schroeder não possuem gabinetes, nem assessores. As únicas despesas lançadas em nome dos parlamentares são as com diárias e passagens.

Os demais gastos, como com material de escritório e telefonia, são gerais da Câmara, informa a assessora.

Com diárias, os vereadores gastaram cerca de R$ 35,7 mil entre janeiro de 2017 e setembro de 2019. Já as despesas com passagens somaram R$ 16,2 mil no mesmo período.

Maiores e menores gastos

O maior volume de despesas registrado foi o da vereadora Janaina Bucci (PSD), com R$ 12,1 mil utilizado com diárias e passagens.

Com parte dos recursos utilizados para fazer cursos e qualificações na área legislativa, a vereadora avalia que as despesas são uma forma de investimento.

“Os cursos oferecidos são organizados por entidades com respaldo legal, como UVB (União dos Vereadores do Brasil) e Uvesc (União dos Vereadores de Santa Catarina). São cursos sérios que nos deixam preparados para a função legislativa, análises orçamentárias, projetos, elaboração de documentos oficiais e também atender bem nosso município, estar preparado”, diz Janaína.

Outra parte das despesas é voltada à busca de recursos, em emendas parlamentares, comenta a vereadora, e custeia os gastos para ir ao encontro de deputados.

A parlamentar ainda observa que a Câmara faz a devolução das sobras do Legislativo ao Executivo, que são os recursos a que a Casa tem direito, mas que não são utilizados e retornam ao Município para serem investidos nas áreas de mais demanda.

“Só neste ano já foram economizados R$ 280 mil”, informa a vereadora.

Já os menores gastos realizados foram dos parlamentares Giovani Fodi (PSB) e José Adair Brizola Antunes (PP), ambos com R$ 112,64 de diárias cada um.

Dos nove vereadores, um parlamentar não teve despesas com diárias e passagens lançadas no Portal da Transparência, o vereador Manoel Ednilson Burgardt (MDB).

O parlamentar diz que tem buscado ter contato direto com o deputado federal Carlos Chiodini (MDB) para conseguir recursos, já que ambos são do MDB, e por isso, não teria tanta necessidade de realizar viagens.

Ele também avalia que nem sempre as viagens à Brasília rendem os recursos desejados e acabam gerando apenas despesas. Já quando precisa ir à Florianópolis, o vereador diz que utiliza seus próprios recursos.

“E tem a questão de economizar também, a cidade hoje está com orçamento apertado, está faltando para a saúde”, acrescenta Burgardt. Ele destaca ainda que a população cobra economia e que não se gaste dinheiro sem resultados.

Confira os valores gastos com diárias entre 2017 e 2019*

2017: R$ 13.008,18

2018: R$ 12.942,36

2019* (até setembro): R$ 9.803,58

Total: R$ 35.754,12

Veja os valores gastos com passagens entre 2017 e 2019*

2017: R$ 7.883,46

2018: R$ 8.387,37

2019: -

Total: R$ 16.270,83

Despesas por vereador

Janaína Bucci (PSD): R$ 12.140,55

Marina Fernandes (PSD): R$ 11.156,54

Claudimir Lindner (PSDB): R$ 11.091,50

Danilo Tizziani (MDB): R$ 10.181,52

Aurino Wudke (PR): R$ 4.036,96

Valfrido Pedro dos Santos (PSDB): R$ 3.192,50

Giovane Fodi (PSB): R$ 112,64 / José Adair Brizola Antunes (PP): R$ 112,64

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger